Cotado para deixar o MDB, Henrique Alves manda recado no Twitter: “Partido não é hospedaria”

O ex-presidente da Câmara dos Deputados Henrique Alves, cotado para deixar o MDB, usou as redes sociais para mandar um recado sobre sua eventual mudança partidária.

Ao ser informado pelo jornalista Rubens Lemos Filho de que aparece num trecho da biografia de Tancredo Neves em que é citado nas articulações para tornar o mineiro líder do partido em 1978 o emedebista lembrou de sua história no partido:

Recebo de @RubensLemos uma página da biografia de Tancredo. Em 78, a luta do nosso MDB para fazê-lo líder do partido. Merecimento! A minha escola, vida, história que não se apaga;  “Partido não é hospedaria”. 51 anos com essa bandeira na mão. Coerência. Sem ódio e sem medo!

Trecho da biografia de Tancredo Neves

Após ser absolvido em processo que responde com o ex-presidente Michel Temer, Henrique ganhou fôlego e ensaia um retorno as disputas eleitorais. No entanto, ele é desafeto do deputado federal Walter Alves, presidente estadual do MDB.

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter