Michael Diniz diz não respeitar luta LGBTQIA+

Deputado do RN diz desprezar movimento LGBTQIA+ e convoca católicos para marcha para Jesus

Mal chegou na Assembleia Legislativa o deputado estadual Michael Diniz (SD) já demonstra o que pensa sobre lutas das minorias sociais por igualdade.

Na sessão desta quarta-feira o parlamentar disse ter lido a notícia sobre a modelo Eloá Rodrigues que se vestiu com o manto de Nossa Senhora, padroeira do Brasil, no concurso de beleza Miss International Queen 2022, que envolve mulheres transexuais.

“Esta semana aconteceu um fato inusitado, que foi divulgado num blog aqui do Estado: eu me deparei com a notícia de que a ‘Miss trans’ se vestiu de Nossa Senhora e fez uma sessão de fotos. Não pode desrespeitar a fé alheia. Trata-se de uma falta de respeito”, disparou.

No discurso ele garantiu respeitar pessoas homossexuais (Eloá é uma mulher trans), mas em seguida defendeu tratamento psiquiátrico para estas pessoas. “Eu sinceramente não entendo esse povo. Pedem respeito e desrespeitam a fé alheia. Buscam fazer uma lacração de forma absurda. Não têm o menor senso ético e moral. É uma libertinagem extremamente acentuada. Querem corromper as crianças, sensualizar, querem queimar a bíblia, como já fizeram. Colocar crucifixo onde não deviam… E, sinceramente, eu acredito que esse povo precisa de um tratamento ‘psiquiatra’ (sic) urgente”*, disparou.

Em seguida ele disse desprezar o movimento LGBTQIA+. “Quero deixar registrado meu repúdio aqui e demonstro meu desprezo por todo esse movimento LGBT. Mas como católico, digo que o homossexual, que é diferente daquela pessoa que participa do movimento, tem todo meu respeito. Todos nós temos nossos defeitos, todos nós temos nosso jeito de querer seguir a vida, ninguém é perfeito. Agora, esse movimento não cabe mais em nossa sociedade. Até quando vamos suportar essas coisas e ficar calado? Até quando a sociedade vai ver essa depravação e nada vai fazer?”*, questionou.

Ao final do discurso ele convocou os católicos para Marcha para Jesus. “Seria bom a população do RN comparecer em massa à ‘Marcha para Jesus’, que vai acontecer dentro de alguns dias, para mostrar que boa parte da nossa sociedade é conservadora”, provocou.

Michael assumiu o mandato há uma semana em substituição a Kelps Lima (SD) que se licenciou para disputar um mandato de deputado federal. Ele tem base eleitoral em Parnamirim e recebeu 7.773 votos em 2018.

*aspas extraídas da Tribuna do Norte.

Nota do Blog: o discurso de Michael é nojento e um combo de hipocrisia, preconceitos e fascismo. “Respeita”, mas sugere tratamento. Uma mulher cis se vestir de Nossa Senhora nunca foi alvo de repulsa para essa gente, mas uma trans é. Que sujeito abjeto foi esse a sentar numa cadeira n Assembleia Legislativa?

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter