Deputado é investigado por conceder gratificações a “pessoas estranhas” ao quadro funcional da Assembleia

Motta mais uma vez na mira do MP (Foto: Eduardo Maia/ALRN)

G1RN

O Ministério Público abriu um inquérito para apurar se o deputado Ricardo Motta (PSB) cometeu ato de improbidade administrativa quando ocupava a presidência da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. A suspeita é de que o parlamentar concedeu dezenas de gratificações a “pessoas estranhas” ao quadro de funcionários da Casa, entre 2013 e 2015.

A defesa do deputado estadual Ricardo Motta diz que só se pronunciará após ser notificada e antecipadamente. Em nota, a defesa afirmou ainda que todos os atos realizados durante a gestão do parlamentar à frente da Assembleia Legislativa ocorreram dentro da legalidade.

De acordo com o MP, Motta, na condição de presidente, concedeu as gratificações a pessoas que não eram servidores efetivos da Assembleia Legislativa. A abertura do inquérito foi publicada no Diário Oficial do Estado.

Na publicação, o promotor Márcio Cardoso Santos diz que essas concessões de gratificações, se forem confirmadas, “caracteriza ofensa aos princípios da moralidade, legalidade e eficiência”.

Compartilhe:

Comments

comments

2 opiniões sobre “Deputado é investigado por conceder gratificações a “pessoas estranhas” ao quadro funcional da Assembleia

  • 12 de setembro de 2018 em 07:15
    Permalink

    Isto acontece só nas Assembleias.
    Nas Câmaras Municipais isto não acontece?
    Seria bom passar um pente-fino em todas as Câmara Municipais do RN e de todo o Brasil.
    Aí está a explicação de pagarmos tantos impostos e não termos Saúde, Educação e Segurança.
    Não entendo proque não diminuem o repasse de recursos ao poder legislativo em todas as esferas.
    FALTA UM DIA PARA O JULGAMENTO DOS RECURSOS SAL GROSSO.

    Resposta
    • 12 de setembro de 2018 em 10:53
      Permalink

      Amigo se o MP tivesse boa vontade, eles teriam outros Ricardos Mota. AL. É um dos poderes mais podre que se conhece (dentre outros). Tenho verdadeiro ASCO pela aquela casa.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *