Deputado nega radicalismo em posição contra abertura de crédito

Dias explica posição contra crédito extraordinário (Foto: Eduardo Maia/ALRN)

Em pronunciamento feito na Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira (12), o deputado estadual José Dias (PSDB) afirmou não ter postura radical e lembrou que o Governo do Estado tinha outras opções além de submeter ao parlamento a aprovação de crédito extraordinário.

“Não sou de radicalismo, tenho a consciência tranquila sobre isso. O que defendi aqui foram opções reais e não forçar uma deliberação que não cabia. O Governo poderia simplesmente ter recalculado o déficit e incluído no Orçamento ou fazer uma suplementação”, explicou ele.

José Dias voltou a repetir o que já havia dito em plenário: “a Assembleia não poderia votar crédito extraordinário, que só é possível via decreto do Poder Executivo”.

O parlamentar ainda cobrou o envio da Reforma da Previdência ao Legislativo pelo Governo do Estado. Os deputados estaduais Coronel Azevedo (PSC) e Getúlio Rêgo (DEM), em apartes, corroboraram com as ideias de José Dias.

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter