Em nota, coligação afirma que “print” com ameaça a espião atribuído a Amélia é falso

Abaixo nota da Coligação Liderados pelo Povo:

Olá Bruno, boa tarde!

Em relação à matéria “Espetáculo de manipulação é tradição em disputas políticas em Mossoró”, onde afirma, em determinado trecho, que “já pareceu uma ameaça de exoneração aos que estão vazando as informações confidenciais do silverismo”, a Coligação Liderados Pelo Povo esclarece:

Após o vazamento de áudios premeditadamente editados e distorcidos, divulgados com o intuito claro de barrar o crescimento da campanha de Francisco (PSD), o candidato que tem o nome e sobrenome do povo volta a ser alvo de informações falsas, do jogo político rasteiro que tanto mal fez e faz a Mossoró.

Desta vez, por meio de um aplicativo chamado “WhatsApp Fake”, onde é possível criar mensagens em nomes de terceiros, distribuíram conversas falsas atribuindo seu conteúdo à primeira-dama de Mossoró, Amélia Ciarlini. Tal conversa nunca existiu. O número do telefone não é de Amélia e criaram integrantes imaginários para o grupo. Nem os horários batem entre si. É lamentável que os mais baixos artifícios estejam sendo utilizados para tentar frear o crescimento de Francisco nesta reta final de campanha.

Os fatos atuais comprovam o que os mossoroenses já sabem: Francisco segue firme e forte nessa caminhada, preocupando adversários que achavam já estar ganho o pleito em curso. Por fim, reforçamos que o compromisso da campanha de Francisco é com a verdade e com o bem-estar da população dessa cidade.

Não há mentira, edição, manipulação que prevaleça quando se está do lado da verdade.

Coligação Liderados Pelo Povo

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *