Exposição de plano B de Robinson é sinal que governador jogou a toalha

robinson-faria

A mídia natalense sempre dócil com o governador Robinson Faria (PSD) especula que o grupo dele pode lançar o presidente do Tribunal de Justiça Cláudio Santos para disputar o Governo em 2018.

O plano seria por Robinson numa disputa pelo Senado ao lado de um nome do PSDB que poderia ser o empresário mossoroense Tião Couto ou o presidente da Assembleia Legislativa Ezequiel Ferreira.

Seria um caminho mais fácil para o chefe do executivo estadual. Afinal de contas a disputa para o Senado está mais em aberto que o Governo pelo menos no cenário atual. Espera-se que em 2018 o prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT) seja um favorito sem adversários. Enquanto isso José Agripino (DEM) está profundamente desgastado e Garibaldi Filho (PMDB) não vai bem das pernas em termos de saúde.

A especulação de Cláudio Santos candidato ao Governo do Estado é viagem de imprensa natalense em tempos de falta de assunto? Até diria que sim se o próprio magistrado não tivesse admitido a possibilidade.

Casando essas informações com o fato do governador ter afirmado publicamente que aconselhou o prefeito publicamente a não ser candidato e o criticou por não ter tido a humildade de recuar, fica o sinal de que o governador não tentaria ser candidato apenas para se defender.

O plano B não seria de todo mal. Além de ir para uma disputa teoricamente menos inglória, Robinson ainda abriria espaço para a esposa dele, Juline Faria ficar elegível. Ela tem dado sinais que quer entrar na política, inclusive, participando de várias campanhas de prefeito pelo interior do Estado.

Ainda temos quase dois anos para 2018. Pode parecer longe para nós. Para os políticos o tempo tem outra velocidade.

Compartilhe:

Comments

comments

Uma opinião sobre “Exposição de plano B de Robinson é sinal que governador jogou a toalha

  • 18 de outubro de 2016 em 18:19
    Permalink

    Vejo como queimação ao nome de Cláudio Santos

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *