Flávio Tácito rompe o silêncio governista e se manifesta em defesa da UERN

O vereador Flávio Tácito (DEM) se tornou o primeiro vereador governista a fazer uma manifestação de apoio contundente em defesa dos professores e técnicos administrativos da UERN que estão em greve.

O parlamentar também disse que os estudantes podem contar com ele nessa luta e cobrou do governador Robinson Faria (PSD) uma resolução.

Em outro trecho, o demista lembrou que ajudou Robinson a se eleger, mas que não teme retaliações. “Só tenho medo dos castigos de Deus”, avisa.

Segundo Flávio Tácito, a atual gestão tem sido omissa com relação aos problemas de Mossoró. Ele cita também a saúde. “Isso tem que ser dito pelos vereadores da situação e eu não tenho medo de dizer”, disparou.

Ouça o áudio com o discurso de Flávio Tácito:

Compartilhe:

Comments

comments

4 opiniões sobre “Flávio Tácito rompe o silêncio governista e se manifesta em defesa da UERN

  • 23 de setembro de 2015 em 21:31
    Permalink

    Bom sentir que se inicia por parte do legislativo de mossoró, uma atitude do governo do estado para resouver o impasse na greve da uern

    Resposta
  • 24 de setembro de 2015 em 06:40
    Permalink

    O formigueiro começa a esquentar, e as formigas com o cheiro do veneno começam a procurar uma saída. O ano eleitoral se aproxima. Isso é natural no meio.

    Resposta
  • 27 de setembro de 2015 em 04:52
    Permalink

    Cara gostei do assunto. Pra mim o que me derruba essa insonia fala srio, o dia seguinte pessimo com super dor de cabea e sonolncia. Na verdade, a minha insonia at que nem to frequente mas meu amor que no dormia e acabava me acordando junto. Mudei de colcho e hoje ele pelo menos capota na cama e me deixa dormir. Era desses colcho para insonia. Tem um bagulho que d sono mesmo. Vocs tambm j usaram isso?

    Resposta
    • 27 de setembro de 2015 em 10:39
      Permalink

      Bom dia,

      Não entendi a relação do seu comentário com a postagem.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *