Girão focou mandato em pregação bolsonarista (Foto: reprodução)

Girão perdeu a chance de fazer oposição com “O” maiúsculo

O deputado federal General Girão (PL) dedicou a maior parte do mandato que se encerra em 31 de janeiro de 2023 à reprodução das pregações mais toscas do bolsonarismo como golpe de estado, fechamento do STF, cloroquina, discurso antivax e outras birolices que não estão na pauta de interesses da população.

Girão também adotou a velha tática moralista na hora de fazer oposição à governadora Fátima Bezerra (PT) apostando em fake news e distorção dos fatos.

Inaugurar outdoors com a imagem de Bolsonaro também fez parte da atuação do deputado.

O deputado perdeu uma grande chance de fazer oposição com “O” maiúsculo numa história: a emenda para a construção do 12º Batalhão da Polícia Militar em Mossoró.

A emenda está encostada na conta do Governo do RN desde 2019 e só agora, ano eleitoral, está saindo do papel. Nos últimos três anos Girão não explorou o assunto se mostrando mais interessado em abstrações que não interessam ao grosso da sociedade. Ele abordou o tema quando a ordem de serviço para a obra foi assinada.

Girão perdeu uma bela oportunidade de bater em Fátima com razão.

 

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter