Câmeras mostram tentativa forçada de entrar em gabinete (Foto: reprodução)

Governo rebate versão de sindicalista e mostra que vídeo descarta agressão de secretário

Por de nota o Governo do Estado rebateu a versão da presidente licenciada do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público da Administração Direta do Estado do Rio Grande do Norte (Sinsp/RN) Janeayre Souto de que ela teria sofrido agressão do secretário adjunto de administração George Câmara.

O Governo alega que no vídeo quem empurra alguém é o presidente interino do Sinsp Tárcio Fontenele. No caso ele empurra uma servidora da Secretaria Estadual de Administração que registrou Boletim de Ocorrência. Outra alegação é de que a porta não é fechada o suficiente para configurar agressão na sindicalista e que ela se machucou tentando abrir a porta enquanto o próprio Tárcio empurrava ela pelas costas e apertava a funcionária da secretaria contra a parede.

Assista abaixo o vídeo no momento em que Janeayre Souto tenta forçar entrada no gabinete do secretário.

A Secretaria de Administração também emitiu nota em que desmente a versão e repudia as agressões cometidas para tentar entrar no gabinete.

Confira a nota:

GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE

SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO

NOTA

A Secretaria de Estado da Administração (Sead) vem a público repudiar, com veemência, as agressões cometidas, na tarde dessa terça-feira (7), pela presidenta e assessor do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público da Administração Direta do Rio Grande do Norte (Sinsp/RN), contra servidores, estagiários e bolsistas.

Os agentes públicos estavam no exercício de suas funções quando a dirigente sindical, Janeayre Souto, e o assessor Tárcio Fontenele, invadiram as dependências do gabinete proferindo palavras agressivas direcionadas aos servidores, em especial, ao secretário adjunto, George Câmara, que tentava apaziguar a situação. Ressaltamos que, em nenhum momento, o gestor agrediu qualquer pessoa. Na ação violenta dos dirigentes, uma assessora do gabinete teve uma de suas mãos pressionada contra a porta, lhe ocasionando lesão.

A Secretaria esclarece que estava agendada uma reunião do Sinsp com o subsecretário de Recursos Humanos, Ediran Teixeira, e o procurador-geral adjunto do Estado, José Duarte Santana, na sede da Escola de Governo, para tratar acerca da publicação das promoções de nível remuneratório e gerencial da Lei nº 432/2010. Os dirigentes do sindicato ignoraram o local e o horário da reunião e foram para o gabinete da Sead, provocando a confusão, conforme atestam as imagens de câmera de segurança da pasta.

Enquanto órgão que zela pelos interesses dos recursos humanos do Estado, a Sead ressalta que preza por um ambiente de trabalho harmônico e pelo bom convívio social, bem como não admitirá quaisquer atos de ameaça ou agressão contra os servidores públicos. Além disso, informa que está prestando assistência e amparo aos funcionários que foram intimidados e que providências legais já estão sendo tomadas, a fim de que situações como essa não voltem a acontecer.

 

Natal, 08 de junho de 2022.

Secretaria de Estado da Administração

 

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter