Izabel afirma que prefeito “dorme com o inimigo”

Ontem em entrevista ao Meio-Dia Mossoró a vereadora Izabel Montenegro (PMDB) afirmou que há um movimento para prejudicar o prefeito Francisco José Junior (PSD) dentro da própria equipe dele. “O prefeito dorme com o inimigo. Existem pessoas que tentam boicotar o prefeito. Estão querendo prejudicar a imagem do prefeito. Existe uma conjuntura negativa”, frisou.

Ela avaliou que um dos equívocos do prefeito é não ouvir os aliados. “A gente tenta opinar e nem sempre é ouvido”, frisou.

Sobre a “Operação Desmob”, Izabel lembrou que o Ministério Público deveria ter feito operações como essas em gestões anteriores. “Sempre existiram irregularidades na Prefeitura e o Ministério Público nunca fazia uma operação dessas”, declarou.

Ela também manifestou apoio ao líder do governo Soldado Jadson (SD), investigado pela operação. “Não acredito que o vereador Soldado Jadson esteja envolvido nesse caso”, frisou.

Sobre o rompimento entre prefeito e vice, Izabel não se esquivou. Reconheceu o potencial eleitoral de Luiz Carlos, mas criticou a decisão dele. “O PT aqui nunca foi forte. Luiz Carlos é um homem que tem um passado que deve ser respeitado. É uma pessoa digna, mas errou”, acrescentou.

Com relação as vaias, Izabel externou apoio à Francisco José Junior. “Quero externar a minha solidariedade ao prefeito. Tentaram humilhar o prefeito, mas a gente tem informações de que aquilo foi orquestrado por servidores da saúde, terceirizados e o grupo fora Silveira”, disse.

Para a peemedebista, a oposição tem se unido para prejudicar a imagem de Francisco José Junior. “Claro que existem erros. Mas a oposição potencializa muito mais os erros porque está com vários grupos unidos”, frisou.

Sobre a “Operação Cantilinária”, Izabel endossou o discurso do presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB/RJ). “A operação catilinária é uma retaliação”, acrescentou.

Por fim, ela classificou o PMDB mossoroense como um partido “destroçado”. “O PMDB de Mossoró eu considero hoje eu considero destroçado. Nessa janela que está aí poderá ser o fim do partido. Imagine se não surge essa janela estaríamos todos morrendo abraçados”, concluiu.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *