Mossoró ainda está distante de possibilidade de segundo turno

Mossoró está longe de ter um segundo turno (Foto: Wilson Moreno)

Segundo turno em Mossoró está distante. A cidade tem 175.932 eleitores registrados. Faltam 24.024 novos eleitores para garantir esta possibilidade.

Esse foi um tema bastante discutido em meados do ano passando quando setores da oposição defendiam uma transferência em massa de títulos eleitorais para a cidade por meio de moradores que votam em outros Municípios.

A tarefa era quixotesca. Há dez anos Mossoró tinha 159.030 eleitores. Em uma década a capital do Oeste ganhou 16.902.

Se repetir o desempenho nos próximos anos talvez em 2036 seja possível termos a possibilidade de segundo turno na cidade. Não será simples porque as estatísticas indicam que a população pare de aumentar no país e Mossoró, sem grandes perspectivas econômicas tende a exportar mão-de-obra e não o inverso como nos áureos tempos da Petrobras. Tudo reflete no crescimento do número de eleitores.

Prova disso? Em 2016 Mossoró tinha 167.120 eleitores em dois anos o número de pessoas aptas a votar saltou para 174.263. Foram 8.812 entre 2016 e 2018, já entre 2018 e 2020 apenas 1.669.

A título de comparação Parnamirim tinha 108.719 eleitores em 2016, passou para 119.056 em 2018 e agora tem 125.346. A cidade metropolitana ganhou 16.627 eleitores em quatro anos, número proporcional ao que Mossoró ganhou em 10.

Alternativa 

No curto prazo só há uma alternativa para garantir a previsão de segundo turno em Mossoró: se houver alterações na legislação.

Compartilhe:

Comments

comments

3 opiniões sobre “Mossoró ainda está distante de possibilidade de segundo turno

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *