Rosalba não dá indícios de recomeço político (Foto: reprodução)

O que resta a Rosalba é disputa proporcional e tentar assumir a liderança da oposição em Mossoró

 

A ex-governadora Rosalba Ciarlini (PP) se deu ao respeito e afastou qualquer possibilidade de entrar em disputas majoritárias.

Ela sabe que o tempo dela para isso já passou.

Hoje o que resta a Rosalba é uma candidatura proporcional e tentar ganhar fôlego assumindo a liderança da oposição ao Governo Allyson Bezerra (SD).

Até aqui não há sinais de que ela faça nem uma coisa nem outra.

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter