Carlos Eduardo Alves, Rogério Marinho, Rafael Motta estão com intenções de votos reduzidas (Foto: reprodução)

Pesquisa Exatus: principais candidatos ao Senado reduzem intenção de voto

O Instituto Exatus Consultoria e Pesquisa, em nova pesquisa divulgada hoje (12) em parceria com o jornal Agora RN, avaliou a preferência do eleitorado potiguar para o Senado Federal. Carlos Eduardo (PDT) e Rogério Marinho (PL) caíram nas intenções de voto, quando se compara os números do levantamento realizado pelo mesmo instituto em 19 de maio com os dados mais atuais.

Liderarando a corrida ao Senado, o ex-prefeito de Natal caiu de 29,70% para 22,85% no cenário estimulado. O ex-ministro bolsonarista, que aparece em segundo, também caiu, saindo de 15,20% para 12,65%.

Em terceiro lugar, o presidente estadual do PSB, deputado Rafael Motta, soma agora 5,15%. Antes, havia sido citado por 9,65% dos eleitores.

Confira os números da pesquisa atual:

Senado – Estimulada

Carlos Eduardo – 22,85%

Rogério Marinho – 12,65%

Rafael Motta – 5,15%

Ney Lopes – 2,55%

Freitas Júnior – 1,75%

Dário Barbosa – 0,75%

Ninguém/Branco/Nulo – 29%

Não sabe/Não respondeu – 25,3%

Senado – Espontânea

Carlos Eduardo – 15,95%

Rogério Marinho – 9,15%

Rafael Motta – 4,00%

Ney Lopes – 2,10%

Freitas Júnior – 1,15%

Dário Barbosa – 0,55%

Ninguém/Branco/Nulo – 24,6%

Não sabe/Não respondeu – 33,3%

Senado – Rejeição

Carlos Eduardo – 12,30%

Rogério Marinho – 11,70%

Rafael Motta – 5,80%

Ney Lopes – 3,80%

Freitas Júnior – 2,50%

Dário Barbosa – 2,45%

Ninguém/Branco/Nulo – 28,05%

Não sabe/Não respondeu – 38,65%

O Instituto Exatus Consultoria e Pesquisa entrevistou, entre os dias 5 e 7 de julho, dois mil eleitores sobre as intenções de voto no Rio Grande do Norte para presidente, governador e senador nas eleições de 2022, totalizando 60 municípios pesquisados. Os resultados foram avaliados sob um erro amostral de 2,1 pontos percentuais para mais ou para menos, ao nível de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob números BR-02428/2022 e RN-08156/2022.

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter