Por que a classe política potiguar aceita bovinamente os desinvestimentos da Petrobras no RN?

Esta foto foi tirada em 2013. De lá para cá seguiram as perdas (Foto: autor não identificado)

Começou no governo de Dilma Rousseff, prosseguiu no mandato tampão de Michel Temer e seguirá com Jair Bolsonaro o processo de desinvestimento da Petrobras no Rio Grande do Norte.

A classe política potiguar estranhamente aceita tudo bovinamente. A economia do Rio Grande do Norte vai indo para o abate sem que nenhuma pessoa pública do Estado dê um murro na mesa e exija compensações.

Nosso Estado está em franca decadência e os nossos políticos da bancada federal seguem voltados para os seus projetos pessoais e liberações de emendas para segurar a base eleitoral com os prefeitos.

Quando governadora Rosalba Ciarlini (PP) não reagiu ao desmonte. Robinson Faria (PSD) idem. Fátima Bezerra (PT) segue no mesmo caminho.

O cargo de governador do Rio Grande do Norte se tornou desde setembro de 2013, quando começaram os primeiros atrasos salariais, a função de gestor de recursos humanos de luxo.

A Tribuna do Norte revelou ontem que o Estado perdeu quase sete mil empregos na indústria petrolífera desde que a prioridade passou a ser o Pré-sal. A tendência é que piore conforme as informações do jornal natalense.

O Rio Grande do Norte vai perdendo receitas e sem um horizonte que nos traga alguma esperança. O povo segue sem reagir e a classe política vai presa a inércia de quem aceita o fracasso como destino.

Compartilhe:

Comments

comments

5 opiniões sobre “Por que a classe política potiguar aceita bovinamente os desinvestimentos da Petrobras no RN?

  • 19 de agosto de 2019 em 18:30
    Permalink

    Bruno, parabéns, pelo artigo, pois você desmente a afirmação q o sindicato dos petroleiros querem dizer como verdade, que só depois do Temer, houve o desinvestimento da PB no RN. Uma mentira , agora esclarecida por você. Né não?

    Resposta
  • 19 de agosto de 2019 em 22:03
    Permalink

    Enquanto isso o Ceará protege melhor o seu quinhão.

    Resposta
  • 19 de agosto de 2019 em 22:16
    Permalink

    Por que? Porque eles só se preocupam com seus bolsos.

    Resposta
  • 19 de agosto de 2019 em 22:49
    Permalink

    Antigos e Caciques políticos do RN, acabaram com o estado, só pensava nos próprios interesses, Alves e maias, taí o resultado do estado, você vai a Paraíba, ao Ceará, ao Pernambuco e outro nível.

    Resposta
  • 20 de agosto de 2019 em 21:25
    Permalink

    Um deputado que poderia lutar com bastante força seria Girão.
    Fazem 8 meses de mandato e até agora, pasmem, não fez nada.
    Para não ser injusto ele nomeou o filho na vice presidência. Muito pouco para quem se diz um moralista.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *