Wendel será candidato de dentro da cadeia (Foto: reprodução/redes sociais)

Pré-candidato bolsonarista é preso no RN

Saiba Mais

A Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Rio Grande do Norte prendeu, na manhã desta quarta (20), o policial militar aposentado e pré-candidato bolsonarista pelo PL a uma vaga na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, Wendel Fagner Cortez de Almeida, também conhecido como Wendel Lagartixa.

Wendel, que tem 45 anos, é policial militar aposentado e já havia sido preso em 2010 por meio de mandado de prisão expedido pela Comarca de Nísia Floresta. Na época, ele havia sido acusado de participar da morte da aposentada Maria do Carmo Bay dos Santos, de 62 anos, no município de Monte Alegre. Antes disso, ainda em 2010, ele já havia cumprido 67 dias de detenção pela tentativa de homicídio do pedreiro Jackson Michel da Silva, de 21 anos.

Wendel, que responde a processos e é investigado por suposta participação em grupos de extermínio, costumava aparecer em manifestações de grupos políticos adversários na tentativa de provocar tumultuo. A Polícia Civil confirmou sua prisão, mas ainda não divulgou detalhes do caso.

Em um vídeo publicado pelo próprio pré-candidato em redes sociais, ele parece numa manifestação com uma caixa de som tocando música do candidato adversário, mas as pessoas evitam discussão e o ignoram.

Confira:

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter