Prefeito entrega Prêmio de Incentivo à Cultura 2016

fomento_pmm

Na manhã desta quinta-feira, 24, o prefeito Francisco José Júnior entregou certificados de reconhecimento e oficializou o Prêmio de Incentivo à Cultura Maurício Oliveira 2016. A solenidade aconteceu no Salão dos Grandes Atos, Palácio da Resistência, sede do Executivo Municipal.

A edição deste ano é formada por três categorias: Prêmio de Artes Cênicas Ivonete de Paula, Prêmio da Música Maestro Batista e Prêmio Cultura Popular Antônio Francisco. Cada modalidade contemplou cinco projetos vencedores.

O Prêmio de Incentivo apoia a montagem e circulação de expressões culturais locais. O investimento total da iniciativa foi de R$ 80 mil. A distribuição do recurso atende aos critérios do edital e à ordem de classificação dos projetos submetidos à avaliação.

“Em nossa gestão, instituímos o Conselho Municipal de Políticas Culturais, sancionamos a Lei Maurício de Oliveira e agora estamos oficializando a entrega do Prêmio de Incentivo, que representa a concretização da luta de vocês, artistas. Estamos aqui para parabenizar e reconhecer a luta de vocês”, declarou o prefeito Francisco José Júnior, durante a ocasião.

Os certificados foram entregues aos representantes dos projetos vencedores. A solenidade foi acompanhada pela titular da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Glaudionora da Silveira; secretário executivo de Cultura, Dayvid Almeida; secretário municipal de Segurança Pública, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Trânsito, Alvibá Gomes; e pela secretária municipal de Comunicação Social, Luziária Machado.

Augusto Pinto, da Companhia Arruaça de Teatro, classificada em 5º lugar na categoria artes cênicas com o espetáculo ‘Romance de Romeu e Julieta’, se pronunciou, representando os artistas contemplados pela premiação. Augusto destacou que a iniciativa da Prefeitura de Mossoró é exemplo para outras cidades.

“Esse prêmio, em nível de interior, é de fundamental importância. A iniciativa também nos incentiva e mostra que somos capazes de mandar projetos para outras leis, como a Câmara Cascudo. Mossoró está sendo exemplo para outras cidades”, expressou.

A secretária Glaudionora da Silveira ressaltou que a escolha dos projetos vencedores foi criteriosa. “Todo processo de avaliação foi realizado com muito zelo. Tínhamos artistas muito bons, mas realizamos a avaliação de forma criteriosa”, disse.

VENCEDORES

Na categoria artes cênicas, foram selecionados os seguintes projetos, na respectiva ordem: “Por Motivos Diversos” – Cia Pão Doce de Teatro; “Nos Confins do Horizonte” – Cia Escarcéu de Teatro; “O Fantástico Tesouro da Siriocra” – Cia a Máscara de Teatro; “A “Minha Casa é a Rua” – Cia Bagana de Teatro; e “Romance de Romeu e Julieta” – Grupo Arruaçã de Teatro. Os três primeiros lugares da categoria Artes Cênicas foram contemplados com R$ 10 mil. O 4º e 5º lugar receberam R$ 5 mil.

Na categoria Música, foram contemplados os projetos, na seguinte ordem: “Entre Choros e Risos” – Fábio Monteiro de lima; “Cantando e Contando Eliseu Ventania” – Dayane Nunes; “Quando” – Arthur Soares; “Encontro” – Nida lira; e “Acordes Amigos” – Genildo Costa. Todos os classificados receberam R$ 5 mil.

Na modalidade Cultura Popular, os projetos selecionados foram: “Esquina do Saber em Movimento” – Genildo Costa; “Canto Poesia” – José Augusto; “Calungada” – Cia do Barulho; “Reunião de Família” – José Antonio da Silva; e Maré Quando – Arthur Soares. Os cinco receberam R$ 3 mil.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *