Segurando nas mãos de Rogério, Babá foi aos braços de Bolsonaro (Foto: redes sociais/Babá Pereira)

Presidente da Femurn cola em Bolsonaro em dia de protesto de prefeitos contra perdas provocadas por decisões do Governo Federal

No dia que mais de mil prefeitos foram a Brasília protestar contra as perdas de mais de R$ 250 bilhões/ano sofridas pelos municípios por decisões tomadas pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) com apoio do Congresso Nacional e endosso do judiciário, o presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte, Anteomar Pereira, o “Babá”, estava em Brasília com outro foco.

Ele se encontrou com Bolsonaro em agenda conjunta com o ex-ministro Rogério Marinho (PL). Nas redes sociais o tom foi de agradecimento. “Aproveitando a minha estada em Brasília, aproveitei para, nesta terça-feira, ao lado do ex-ministro Rogério Marinho, agradecer pessoalmente ao Presidente da República, Jair Bolsonaro, por tudo que ele tem feito por nossa São Tomé/RN, pelo nosso estado do Rio Grande do Norte, e pelo Nordeste!”, frisou.

Nenhum registro de Babá em relação ao protesto dos prefeitos nem no site da Femurn.

Há tempos que o Blog do Barreto alerta que a entidade foi aparelhada pelo bolsonarismo através de Rogério Marinho.

A entendida que se ergueu contra a lei do Programa de Estímulo ao Desenvolvimento Industrial do Rio Grande do Norte (Proedi) exigindo compensações por eventuais perdas do Imposto Sobre Circulação Mercadorias e Serviços (ICMS) agora se cara com a possibilidade de perda de pelo menos R$ 250 milhões/ano segundo cálculos da Secretaria Estadual de Tributação só com o corte do imposto em relação aos combustíveis.

Segundo a CNM só as últimas leis aprovadas e decretos causaram um prejuízo de R$ 73,1 bilhões aos municípios.

A entidade nunca se manifestou sobre o assunto.

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter