Fátima está liderando as pesquisas e não tem quem se habilite a enfrentá-la (Foto: Elisa Elsie)

Quem vai enfrentar Fátima?

O nome que reunia as melhores condições eleitorais para enfrentar a governadora Fátima Bezerra (PT) seria o do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT). Ele está em segundo lugar nas pesquisas e já está mais conhecido fora de Natal.

Mas ele vem trabalhando nos bastidores para ser o senador da petista.

Outro nome forte para encarar Fátima seria o prefeito de Natal Álvaro Dias (PSDB), mas ele teria que renunciar ao cargo e por isso correria riscos caso entre na disputa.

O deputado federal Benes Leocádio (Republicanos) não emplacou e deve tentar a reeleição em outubro. O mesmo vale para o secretário Brenno Queiroga (SD).

Os ministros bolsonaristas Rogério Marinho (PL) e Fábio Faria (PSSD) não topam a parada de encarar Fátima nas urnas. Preferem se engalfinhar pela condição de senador de Bolsonaro, um presidente rejeitado por mais de 60% dos potiguares.

Resta o senador Styvenson Valentim (Podemos) que não tem nada a perder caso entre na disputa. Mas ele anda sumido dos noticiários.

Fora ele quem topa a parada é o deputado federal General Girão (PSL), mas fora do bolsonarismo raiz ele carece de respaldo político.

Por enquanto só Styvenson está habilitado para enfrentar Fátima mais próximo de uma condição de competitividade.

Com os últimos movimentos passo a considerar, por ora, Fátima uma candidata a reeleição sem adversários.

Quem mais entra nessa?

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter