Robinson e a valorização tardia da UERN

O governador Robinson Faria (PSD) repete o mesmo erro cometido por Wilma de Faria e Rosalba Ciarlini: o da valorização tardia da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN).

Como suas antecessoras, Robinson Faria só passou a valorizar a UERN após acumular um profundo desgaste em Mossoró.

Para se ter ideia em 14 meses de governo esta é a primeira vez que Robinson Faria cumpre uma agenda voltada para a UERN.

Wilma demorou dois anos a começar a valorizar a UERN, Rosalba idem. Pelo menos Robinson demorou menos tempo.

A UERN é o órgão do Governo do Estado que mais resultados apresenta. Só ontem foram formados 130 alunos. É a única universidade do Estado presente em todas as regiões potiguares.

Apesar das dificuldades a UERN se supera e consegue apresentar resultados. O governador demorou menos que as antecessoras para perceber isso, mas demorou.

Hoje ele visita o Restaurante Popular do Campus Central, acompanha a afixação do outdoor que marcará o local da construção do Hospital Regional da Mulher, fará a doação de um terreno onde será feita a ampliação do serviço ambulatorial da Faculdade de Medicina, conhecerá o Serviço de Verificação de Óbito (SVO) e no final da tarde finalmente porá os pés na Reitoria onde terá uma audiência com o reitor Pedro Fernandes.

Nota do Blog: dou ao leitor a liberdade de discordar da importância que dou a UERN, afinal de contas tenho uma vida totalmente ligada a essa instituição de ensino superior onde me graduei, faço mestrado e sou servidor concursado.

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter

Canal Bruno Barreto