Sandra afirma que não assumiu comando do PSB para evitar disputa interna

Em entrevista ao Meio-Dia Mossoró da 95 FM, a ex-deputada federal Sandra Rosado, revelou que teve a oportunidade de assumir o comando do PSB, mas preferiu evitar uma disputa interna no partido em um momento de fragilidade.“Eu recebi vários incentivos do vice-governador de São Paulo Márcio França, mas era num momento em que o partido estava fragilizado e se abrisse uma disputa não seria bom”, relatou.
Apesar da recusa ela disse que há tempos trabalha por uma renovação no partido, mas não nos padrões que o comando nacional quer impor. “Discordo da forma como foi feita a mudança por uma determinação da comissão nacional que introduziu um nome que é novo no partido”, acrescentou.
Sandra admitiu que se o PSB seguir nessa tendência o grupo dela pode sair do partido. “A renovação a gente quer e defende, mas de outra forma. Se for para eu continuar sem ter o espaço necessário para o nosso grupo político vou fazer uma reflexão sobre uma mudança partidária”, afirmou.
A ex-deputada reforçou as declarações dadas ontem ao Blog do Barreto de que não irá acompanhar o posicionamento da ex-governadora. “Wilma conclamou os liderados dela e eu não me incluo nesse grupo. Existiam vários segmentos dentro do partido. Sempre foi muito claro que não faço parte do grupo político dela”, frisou.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *