Foto: Alberto Leandro/Arquivo Tribuna do Norte

Servidores do IFRN aprovam estado de greve

Em Assembleia Geral híbrida realizada nesta sexta-feira (10/06), os/as servidores/as do IFRN votaram pela adesão ao Estado de Greve. A categoria luta pela recomposição salarial de 19,99% para os/as trabalhadores/as da educação federal e contra os cortes no orçamento da educação.

A decisão se deu após um intenso debate entre os/as servidores/as que pautou a necessidade da construção do movimento paredista nos campi do IFRN e posterior avaliação da adesão à greve. Na ocasião, foi formada uma Comissão de Mobilização em prol da greve, definido um conjunto de estratégias de luta com vistas a deflagrar o movimento grevista no Rio Grande do Norte e também foi marcada a próxima assembleia da categoria para o dia 17 de junho.

Na Assembleia também foi feita a recomposição de vacância da coordenação e de diretorias da seção. Foram apresentados para a base os nomes de Leonardo Guimarães, que sai da pasta de Formação Política e vai para a Coordenação Geral; Fernando Varella, que sai da Tesouraria Adjunta e vai para a pasta da Comunicação; Francisco Dias para a pasta de Formação Política; Erivanda Tavares para a pasta de Aposentados; e Nestor Dantas para a Tesouraria Adjunta. Os nomes foram aprovados por unanimidade.

A Assembleia na íntegra pode ser conferida no nosso canal no Youtube, no seguinte o vídeo:

Estado de Greve

O Estado de Greve é uma situação aprovada pelos trabalhadores, alertando aos governantes que a qualquer momento poderão deflagrar uma greve. Ele se assemelha ao indicativo de greve, mas não é ainda a deflagração da greve em si. Assim, o Estado de Greve configura-se como momento de reflexão, debate e mobilização em torno de um processo que pode vir ou não a culminar em uma greve.

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter