Styvenson faz suspense, mas fala como candidato (Foto: redes sociais)

Styvenson diz ter a melhor proposta e sinaliza candidatura

O anúncio oficial só sairá no dia 5 de agosto, quando ocorrerá a convenção estadual do Podemos, mas está mais do que claro que o senador Styvenson Valentim vai encarar o desafio de ser candidato ao Governo do Rio Grande do Norte.

Por enquanto ele vai fazendo mistério, mas em entrevista ao Agora RN ele já deixou claro que vai ao desafio ao alegar ter a “melhor proposta”.

E qual é? Com a palavra Styvenson:

“Tenho a melhor de todas: não roubar, não mentir, não fazer toma lá – dá cá, não fazer trocas de cargos por apoio, não fazer a famigerada política da governabilidade negociando a coisa pública. A população precisa observar isso. A maior governabilidade é com a população, e não com a classe política”, disse ao Agora RN.

Sem se colocar como oficialmente como desafiante à reeleição da governadora Fátima Bezerra (PT), o senador está embolado com o ex-vice-governador Fábio Dantas (SD) na disputa pelo segundo lugar nas pesquisas de intenção de votos.

Apesar da competitividade, Styvenson disse depender do eleitor. “Não depende só de mim. Depende da população, do eleitor. Se o povo quiser, é claro que vou lançar o meu nome na disputa pelo governo. Mas, essa vontade não parte só de mim. Para que eu entenda que existam condições para fazer o que penso ser o correto para o nosso Estado, não depende de deputados, alianças, acordos políticos, partidos, depende apenas da população do RN”, frisou.

Styvenson Valentim disse ser candidato para “tirar o Estado dessa dependência, parasitismo” e “colocar o RN nos eixos e acabar com esse vício político de anos, onde o RN vem sendo saqueado pelos mesmos políticos”.

Questionado pelo Agora RN se tinha medo de concorrer ele respondeu: “ter medo da responsabilidade de tirar um estado catatônico, sem crescimento, com péssimos serviços de saúde, educação e segurança, onde tudo que funciona é propaganda de governo? Medo ou responsabilidade de assumir o desafio de resgatar nosso estado de anos de atraso, atrasos esses que vieram das mãos das oligarquias, de famílias que querem voltar? Esse é o grande motivo de estarmos pensando em lançar candidatura, de impedir que nosso estado volte a ser uma capitania hereditária, comandado pelas mesmas famílias”, avaliou.

Não resta mais dúvidas: Styvenson vai disputar o Governo. Péssima notícia para Fábio Dantas. Se será para Fátima só o desenrolar do processo político vai responder.

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter