Categorias
Matéria

Deputados do RN que vão para o Governo Bolsonaro não assumirão cargos imediatamente

Jácome e Marinho não darão chance a suplentes

Os deputados federais Rogério Marinho (PSDB) e Antônio Jácome (PODEMOS) não assumem os cargos imediatamente, ou seja, em 1º de janeiro junto com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

Como os respectivos mandatos deles só terminam em 31 de janeiro eles acertaram que só assumem os cargos no Governo Federal em 1º de fevereiro.

O Blog do Barreto confirmou a informação com a assessoria de Rogério Marinho e diretamente com Antônio Jácome.

Rogério Marinho será secretário nacional de previdência e Jácome o número 2 no Ministério das Mulheres, Família e Direitos Humanos.

Caso eles deixassem os mandatos logo na posse de Bolsonaro quem assumiria as vagas seriam Abraão Lincoln (PRB) e Sávio Hackradt (PDT). Este último é o terceiro suplente da coligação onde estavam os partidos de Jácome e Marinho e pegaria a vaga por um mês porque Sandra Rosado (PSDB) é vereadora em Mossoró e dificilmente abria mão de dois anos de mandato por um mês em Brasília.