Categorias
Matéria

ADUERN escolhe nova diretoria na próxima segunda-feira (02)

Professores e professoras da UERN escolhem nova direção na segunda (Foto: ADUERN)

As eleições da  Associação dos Docentes da UERN (ADUERN), entidade sindical que representa professores e professoras da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)  serão realizadas na próxima segunda-feira, dia 2 de agosto, de 8h às 19h e pela primeira vez em 40 anos de história acontecerão de maneira virtual. A mudança se dá por conta da pandemia de COVID-19 que segue impondo a necessidade do distanciamento e isolamento social.

Participa do pleito a chapa única Ciência e (Re)existência pela base, que é formada pelos docentes Raimundo Nonato do Vale Neto (Presidente), Francisco Ramos Neves (vice-presidente), Emanuela Rutila Monteiro Chaves (Secretária), Michel de Lucena Costa (Secretário adjunto), Antonio Gautier Farias Falconieri (Tesoureiro), Nilson Roberto Barros da Silva (Tesoureiro-adjunto), Silvana Maria Santiago (diretora de esporte cultura e lazer), Marta Jussara Frutuoso da Silva (diretora adjunta de esporte cultura e lazer), Francisca Otília Neta (diretora do setor de aposentados), Elza Helena da Silva Costa Barbosa (diretora adjunta do setor de aposentados)

Atualmente a ADUERN é dirigida pela professora da Faculdade de Medicina da UERN, Patrícia Barra. O sindicato representa mais de mil professores e professoras nos cinco campi da UERN.

Fundada em 1980, a ADUERN inicialmente foi dirigida por uma comissão provisória formada por docentes da universidade. Sua primeira eleição ocorreu no ano de 1981 e elegeu o professor Paulo Caetano Davi como primeiro presidente.

A posse da nova diretoria será realizada no dia 11 de setembro, data em que a ADUERN completa 41 anos.

 

Categorias
Matéria

Sindicato dos professores da UERN escolhe nova diretoria no dia 2 de agosto

Professores e professoras da UERN escolherão em agosto nova direção da ADUERN (Foto: ADUERN)

A Associações dos Docentes da UERN (ADUERN) iniciou oficialmente seu processo eleitoral. O Sindicato, que representa representa professores e professoras da instituição estadual, realiza novas eleições no dia 02 de agosto e define quem  coordenará a entidade até 2023. A posse será realizada no dia 11 de setembro, dia em que a ADUERN completa 41 anos. .

De acordo com o edital, a inscrição de chapas será realizada nos dias 23 e 24 de junho e deverá ser feita exclusivamente através de meio eletrônico, respeitando assim os protocolos de distanciamento e isolamento social necessários durante a pandemia.

O edital com maiores informações sobre o pleito pode ser consultado CLICANDO AQUI

Categorias
Matéria

Estudo mostra defasagem salarial de 168% dos docentes da UERN

A Direção da ADUERN e representantes do Governo do Estado participaram de audiência, na tarde de ontem (11), a fim de discutir a defasagem salarial de professores e professoras da universidade.

De acordo com os dados apresentados pelo sindicato, que analisou o Plano de Cargos e Salários (PCS) da categoria, a defasagem dos salários de docentes da UERN chega a 168%.

Diante dos dados exibidos pela ADUERN e da reivindicação de urgente reposição salarial,  o Governo alegou a impossibilidade de conceder qualquer tipo de reajuste, haja vista a situação financeira do Estado.

A Presidenta da ADUERN, Patrícia Barra, relembrou que a última reposição salarial recebida pelos professores e professoras da UERN foi no ano de 2012, ainda no Governo de Rosalba Ciarlini, e o valor total do realinhamento foi parcelo por quatro anos.

Em parceria com o ANDES/SN a ADUERN vai realizar, nos próximos dias, um estudo para avaliar a situação da remuneração salarial recebida por professores e professoras e apresentar um comparativo entre a UERN e as demais universidades do nordeste brasileiro.

Informações da Assessoria da Aduern.

Categorias
Matéria

Docentes da UERN rejeitam proposta de reforma da previdência

Professores e professoras da UERN, reunidos em assembleia da categoria na manhã de hoje (10) decidiram rejeitar os pontos da reforma da previdência apresentados até o momento pelo Governo do Estado.

O Executivo ainda não apresentou o projeto completo da reforma o que impediu que a categoria pudesse fazer uma discussão mais aprofundada acerca da temática, porém, a partir dos pontos que já foram apresentados aos sindicatos foi possível definir posição contrária às proposições e a qualquer medida que precarize ainda mais as condições de vida dos docentes da UERN.

Dentre os tópicos presentes na proposta de reforma, causou maior preocupação à categoria a mudança na alíquota previdenciária, que passará a ser progressiva e a inclusão de aposentados e aposentadas neste regime de progressão, com desconto para todos que recebem acima de R$ 1 mil e as alterações no critério de idade mínima para aposentadoria. Além das alterações na alíquota, também preocupou a categoria a mudança na idade mínima, tempo de contribuição e os valores de pensão.

O Governo comunicou aos sindicatos que a resposta das categorias às propostas deveria ser apresentada, em audiência, até o dia 17 de dezembro. Professores e professoras da UERN decidiram que, sem o envio do projeto completo é necessário suspender qualquer negociação. Na avaliação da categoria é preciso bem mais tempo para construir uma proposta de reforma que não ataque os direitos dos trabalhadores e trabalhadoras do estado.

A ADUERN produziu uma calculadora para mostrar o impacto da reforma da previdência nos salários dos servidores e servidoras do funcionalismo público estadual. A calculadora foi criada com base nos pontos da proposta de Reforma Previdenciária apresentada pelo Governo.

Encaminhamentos

A categoria definiu um conjunto de encaminhamentos para fortalecer a discussão acerca dos riscos da reforma da previdência estadual e agregar maior participação de professores e professoras nas ações sindicais.

Ficou definido um estado de mobilização permanente para acompanhar o andamento das discussões sobre a reforma, além de reivindicação ao Governo de ampliação do prazo para debate com as categorias. Também foi aprovada a massificação das informações sobre a reforma em faculdades e campi e também trabalho para ampliar a divulgação da calculadora criada pela ADUERN.

Categorias
Matéria

ADUERN acusa Governo de quebrar acordo

Presidente da Aduern critica Governo (Foto: reprodução/Youtube)

A Associação dos Docentes da UERN (ADUERN) acusa o Governo do Estado de quebrar acordo com o Fórum de Servidores do RN em relação ao pagamento do 13º salário de 2019.

A presidente e vice do sindicato, Patrícia Barra e Kelânia Mesquita, representaram a categoria na reunião realizada ontem.

A entidade lembra que o acordo firmado com sindicatos no início do ano previa que toda verba extra que entrasse nas contas do Estado, seria destinada ao pagamento dos salários que permanecem atrasados. Os servidores da UERN ainda aguardam pelos salários de novembro, dezembro e o 13º de 2018. “Saímos desta reunião com apenas uma certeza: o Governo realmente não tem planejamento sólido que contemple o pagamento dos salários atrasados. Toda a verba extra que inicialmente foi colocada pela Governadora como estratégia para quitar as dívidas do Estado com os servidores, agora está sendo usada como forma de pagamento das folhas atuais. Desta forma, não há nada concreto em relação ao pagamento dos passivos de 2018” destacou a presidenta da ADUERN, Patrícia Barra.

Para o pagamento do 13º deste ano, que deve ocorrer até o dia 30 de dezembro, o Governo afirma já ter assegurado R$ 120 milhões, referentes à venda da Folha dos servidores e a expectativa é de que o Estado receba mais R$ 160 milhões até o dia 27 de dezembro, obtidos em razão do leilão do Pré-sal. O restante do valor necessário para o pagamento do 13º deverá ser adquirido por meio de um empréstimo, utilizando os royalties como garantia.

Categorias
Matéria

Governo corta auxílio saúde dos aposentados da UERN

O Governo do Estado comunicou à Reitoria da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) o corte do auxílio saúde dos professores aposentados da instituição

A decisão foi comunicada pelo Instituto de Previdência dos Servidores do Rio Grande do Norte (IPERN) através do ofício 2/2019. A medida já começa a valer a partir de agosto.

Por meio de nota, a Associação dos Docentes da UERN (Aduern) classificou a medida como um ataque frontal à UERN. “O ataque frontal surpreende, não só pelo seu imediatismo (solicitando a exclusão já na folha de agosto), mas também por retirar dos aposentados da UERN um direito histórico, conquistado há mais de 20 anos. A ADUERN defende a paridade entre docentes ativos e inativos da UERN e que os direitos da categoria devem ser concedidos sem nenhum tipo de segmentação”, diz.

A ADUERN informa que “convoca com urgência todos os professores e professoras a participar da Parada Geral do Funcionalismo Público estadual, amanhã (13) na Governadoria, em Natal. A ADUERN disponibilizará transporte e alimentação para os associados e associadas interessados em participar da atividade, que devem enviar seu contato para a secretaria até a hoje (12) às 16h através dos telefones 33122324 e 988703983. O ônibus sairá da sede do sindicato às 4h e o retorno ao final da atividade”.

Abaixo vídeo da presidente da ADUERN Rivânia Moura:

Categorias
Matéria

Mossoró terá debate hoje com candidatos ao Governo no Campus da UERN

O debate entre os candidatos ao Governo do Rio Grande do Norte, promovido pelas direções de ADUERN, Sintrauern e DCE, acontece hoje (20/09) no Ginásio de Esportes do Campus Central, em Mossoró. O evento é aberto ao público e terá início às 19h.

Na oportunidade, os candidatos e candidata apresentam suas principais propostas e discutem o futuro da Universidade. Serão dois blocos para perguntas específicas sobre a UERN. Ao todo serão cinco blocos.

Na manhã de hoje, a organização do evento se reuniu na sede da ADUERN para fechar os últimos detalhes do debate  e reunir as perguntas das entidades que serão sorteadas e feitas aos candidatos.

O debate entre os candidatos será transmitido ao vivo pela TV Cidade Oeste , atrvés de seu website (http://www.tvcidadeoeste.com.br/) , aplicativos para IOs e Android, pelo Facebook da TV e pela canal 172 da Brisanet, que atinge mais de 75 cidades nos estados do RN, CE, PB e PE.

Confirmações – Até o momento o único candidato que oficialmente informou à ADUERN que não virá ao debate é Carlos Eduardo (PDT). A Assessoria de comunicação do sindicato entrou em contato com Kadu Ciarlini buscando garantir a participação do vice (algo que está previsto pelas regras do debate), mas até o momento  não obteve sucesso.

O candidato Robinson Faria (PSD) não retornou a nenhuma das mensagens, emails e ligações da assessoria de comunicação da ADUERN e também não enviou representantes para reunião ampliada promovida pelo sindicato, portanto ainda não há posição oficial acerca de sua participação. A assessoria conversou com Tião Couto, vice na chapa, que informou que a possibilidade de sua participação representando Robinson ainda está sendo discutida internamente.

Categorias
Matéria

Mossoró terá debate com candidatos ao Governo

ADUERN, Sintauern e DCE realizarão no dia 20 de Setembro, um debate entre os candidatos ao Governo do Estado Rio Grande do Norte. O evento será realizado às 19h no Ginásio do Campus Central, em Mossoró e é aberto a toda sociedade.

De acordo com a Presidenta da ADUERN, Rivânia Moura, o debate promovido pelas entidades é uma forma de conhecer melhor as propostas de cada candidato e saber qual é o verdadeiro compromisso de cada um com a defesa da UERN.

“ Este é o momento em que vamos ver quem vai assumir o compromisso público com o futuro da universidade. Vamos conhecer as propostas de cada postulante ao Governo e saber de que forma eles pretendem manter e garantir o maior patrimônio do Rio Grande do Norte, que é a UERN”

O debate será dividido em cinco blocos que ora terão temas livres e ora temas específicos da universidade.  Em um dos blocos, perguntas da plateia serão sorteadas e respondidas pelos postulantes ao Governo do Estado. Docentes, estudantes e técnicos da UERN dos demais campi também terão espaço para fazer questionamentos específicos de suas unidades aos candidatos Confira AQUI as regras completas do evento.

O debate será transmitido ao vivo pelo facebook da ADUERN e através das redes sociais de Sintauern e DCE.

REUNIÃO – Na próxima terça-feira (11) a coordenação geral do debate realizará uma reunião ampliada com as coordenações de campanha para apresentar e discutir as regras do debate. Na oportunidade será realizado os sorteios definindo quem inicia respondendo às perguntas.

Texto: Assessoria Aduern

Categorias
Matéria

Filha de Prestes e Olga Benário fará palestra em Mossoró

Anita Prestes estará em Mossoró

A historiadora e doutora em História Social pela Universidade Federal Fluminense, Anita Leocádia Prestes, filha dos revolucionários Luis Carlos Prestes e Olga Benário,  vem Mossoró para ministrar, no dia 14 de setembro, a palestra de abertura do décimo congresso dos professores e professoras da UERN.

A palestra “Luiz Carlos Prestes, a Constituinte e a Constituição de 1988” é aberta ao público e terá início às 19h no auditório do Hotel Vila Oeste. A discussão vai rememorar o aniversário de trinta anos do documento cidadão, em meio a uma conjuntura de retirada de direitos e ataques à classe trabalhadora.

Para a historiadora, mesmo após 30 anos da promulgação da Constituição de 1988, os brasileiros ainda vivem  reféns da tutela militar, com artigos que ora  ou outra voltam a serem utilizados para frear manifestações populares, criminalizar os movimentos e atacar a organização dos trabalhadores e trabalhadoras e essa será uma das tônicas da discussão na abertura do Congresso da ADUERN

Anita é professora do Programa de Pós-graduação em História Comparada do Instituto de História da UFRJ, autora de A Coluna Prestes (Paz e Terra, 1997), Tenentismo pós-30: continuidade ou ruptura? (Consequência, 2014), Luiz Carlos Prestes: um comunista brasileiro (Boitempo, 2015), Olga Benario Prestes: uma comunista nos arquivos da Gestapo(Boitempo, 2017).

O Congresso – O décimo congresso da ADUERN tem como tema “Sindicato em Luta: contrarreformas e os impactos para o movimento sindical”. As inscrições dos professores e professoras associados já podem ser feitas AQUI. As mesas e grupos de discussões são restritas aos sócios do sindicato.

Além da palestra de abertura com  Anita Prestes, o congresso segue no sábado (15/09) com as rodas de discussão e votações. As atividades serão realizadas no auditório da FAEF, no Campus central da UERN.   Confira a programação completa do sábado:

7h30 às 8h – Mesa de abertura – auditório da FAEF

8h às 9h – Mesa de instalação do congresso

9:00 as 10:15 – Discussão nos grupos sobre conjuntura e condições e trabalho

10:15 as 10:30 – Lanche

10:30 as 12:00 – socialização das discussões dos grupos

12:00 as 14:00 – intervalo para Almoço

14:00 as 18:00 – Plenária Final: Mudanças no Regimento Interno da ADUERN e plano de lutas

Às 19h30 será realizada a festa de aniversário dos 39 anos da ADUERN, que marcará o encerramento do congresso.

Categorias
Matéria

ADUERN cobra na Justiça multa para Robinson por atraso de salários

robinson-faria-001

O Governador Robinson Faria descumpriu a decisão do Tribunal de Justiça do RN (TJRN) que determina que o pagamento dos salários dos docentes da UERN seja pago até o último dia do mês trabalhado. A assessoria jurídica da ADUERN já entrou com uma solicitação no TJ para que seja aplicada multa pessoal em desfavor de Robinson, até que seja cumprida a decisão do pleno do tribunal.

De acordo com Lindocastro Nogueira, assessor jurídico da ADUERN, o pedido deverá ser analisada pelo TJ nos próximos dias e o Governo será chamado para esclarecer o porquê de ter descumprido a determinação judicial.

Entenda a ação – Em julgamento realizado no dia 05 de outubro, o plenário do Tribunal de Justiça do RN, formado pelo corpo de Desembargadores do Estado, considerou procedente a ação movida pela ADUERN – Associação dos Docentes da UERN – que exige que o pagamento dos professores e professoras da universidade sejam realizadas até o último dia do mês trabalhado.

A ação foi movida ainda em Janeiro de 2016, quando teve início uma série de atrasos na remuneração dos servidores públicos do RN. Em setembro, o pagamento dos docentes da UERN foi fracionado e parte dos salários só foi paga no último sábado (29). Neste mês ainda não há previsão de calendário de pagamento.