Categorias
Matéria

A festa que eles fazem com o nosso dinheiro

guyardanapo

Hoje Sérgio Cabral, ex-governador do Rio de Janeiro, foi preso em mais uma etapa da Operação Lava Jato batizada de “Calicute”. A foto acima mostra uma farra realizada há quatro anos na cidade de Paris onde auxiliares de Cabral farreavam com dono da Delta Construções, Fernando Cavendish. O então governador fluminense estava, mas não aparece na foto marcada pelos guardanapos nas cabeças dos personagens.

Cabral não descobriu a corrupção, mas fez dela uma marca pessoal. O Governo do Rio de Janeiro está falido por conta de suas peripécias. Outros nomes do PMDB, PT, PSDB, PP, DEM e tantas agremiações igualmente recheadas de corruptos também precisam conhecer o xilindró.

Por enquanto, uns estão acuados e outros posam da arautos da moralidade apontando dedos sujos para os adversários. A casa tem que cair para todos os corruptos, inclusive o folclórico Paulo Maluf que faz graça com a cara de todos nós. Chegou a ser eleito deputado federal enquanto era procurado pela Interpol. O homem parece “impredível”.

A crise passa pela corrupção praticada pelos políticos, mas a conta para eles continuarem roubando será paga por nós.