Categorias
Reportagem

Gastos com Mossoró Cidade Junina crescem 118% em dois anos

Resultado de imagem para Mossoró Cidade Junina 2019
Cidade Junina teve crescimento de gastos de 118% em dois anos (Foto: Canindé Soares)

O Blog do Barreto conseguiu os balancetes do Mossoró Cidade Junina nas edições 2017 e 2019. Os números cedidos respectivamente para UERN e UnP para os estudos de movimentação econômica apontam um crescimento de 118% dos gastos com o evento em dois anos.

Há dois anos a Prefeitura de Mossoró informou que gastou R$ 3.348.688,90. Já 2019, os números cedidos para a UnP apontam gastos na ordem de R$ 7.316.788,45.

Para o leitor ter uma noção o MCJ inteiro de 2017 custou menos que o gasto este ano apenas com os shows na Estação das Arte que foi de R$ 3.641.498,74.

Nos últimos dias, o vereador Genilson Alves (PMN), tem batido na tecla sobre os valores usados no evento. Ele tem tentado cobrar informações por meio de pronunciamentos e requerimentos e vem sendo ignorado pela equipe da prefeita Rosalba Ciarlini (PP).

O máximo que ele conseguiu foi um ofício do secretário municipal de cultura Eduardo Falcão informando em números redondos que foram gastos no Mossoró Cidade Junina 2019, mas sem o detalhamento de atrações e dos custos (ver abaixo).

O vereador disse ontem em discurso que não tem nada contra o MCJ e defendeu que ele se banque por meio de Parcerias Público Privadas (PPPs). “Dos R$ 7 milhões que a Prefeitura diz ter investido no evento deste ano, se a metade desse valor tivesse sido bancado pela iniciativa privada, R$ 3,5 milhões poderiam ter sido aplicados em medicamentos para as UPAs”*, avaliou.

Por acaso, a diferença entre a edição de 2017 e 2019 é de R$ 3.968.099,55.

*Declaração extraída do site da Câmara Municipal de Mossoró.