Categorias
Matéria

Governo e servidores discutem pagamento por faixa salarial

reuniao-1

O Governo do Estado recebeu na manhã desta quarta-feira (28), uma comissão composta por representantes de diversos sindicatos da Administração Direta e Indireta, para acompanhar os trâmites do fechamento da folha de pagamento do mês de setembro. Pela primeira vez, uma gestão estadual deliberou, com servidores, a forma como o pagamento de salários deve ser feita; neste caso, que os vencimentos sejam pagos a servidores ativos, inativos e pensionistas ao mesmo tempo, por faixas salariais.

Durante a reunião, o Secretário de Planejamento, Gustavo Nogueira, fez uma exposição da situação financeira do RN. “A frustração de receitas já ultrapassa o montante de 300 milhões de reais neste ano. Tivemos queda significativa no Fundo de Participação dos Estados, fundo este que representa 40% das nossas transferências federais”, explicou, justificando por que ainda não é possível definir o calendário de pagamento do mês de setembro.  Ele lembrou, ainda, que os cortes no custeio vêm sendo feitos sistematicamente desde o início da gestão.

O objetivo da comissão é divulgar as contas das receitas e despesas do Estado para que os servidores também possam opinar as prioridades de pagamento e decisões de forma democrática. Esta foi a primeira reunião do grupo, que deverá se encontrar mensalmente. Para a secretária Chefe da Casa-Civil, Tatiana Mendes Cunha, “essa transparência permite que os servidores possam acompanhar a situação de crise financeira que o Estado enfrenta e opinar sobre a melhor forma de enfrentá-la, afinal esse problema não é apenas do Governo, mas do Estado inteiro.”

Estiveram presentes à reunião, ainda, a Secretária de Comunicação, Juliska Azevedo e representantes dos sindicatos Sinai, Sinpol, Sintauern, Sindifern, ABMRN, Sindsaúde, Sindasp, Sinsp, Adepol e Sintern.

Categorias
Matéria

Grupo faz protesto para salvar o Hospital da Mulher

nova-imagem_hm

Será realizada hoje, às 8h, uma mobilização em frente ao Hospital da Mulher reivindicando o não fechado do equipamento de saúde.

A organização do movimento convida as grávidas que para participar desta manifestação.

Os trabalhadores e pacientes reclamam do descaso, a omissão e o silêncio do Governo do Estado com relação a falta de insumos e materiais básicos ao funcionamento  do Hospital da Mulher.

Categorias
Matéria

Robinson deixa mais de 2 mil pensionistas sem saber quando irão receber

atraso_salario

A informação é da própria assessoria de comunicação do Governo do Estado. São 2.245 pensionistas que ganham acima de R$ 4 mil cujos salários serão creditados, segundo a própria administração a partir da disponibilidade de recursos dentro do mês de setembro.

Sábado estarão nas contas os vencimentos de 8.313 pensionistas, cujos salários chegam a R$ 4 mil. Esse grupo representa aproximadamente 80% dos pensionistas do Estado.

No final de semana teremos 98% da folha quitada. Isso corresponde a 110.258 servidores.