Categorias
Sem categoria

Oposição se perde na picuinha de tentar tirar o mérito de quem pagou as folhas que ela atrasou

A semana foi marcada pela recolocação da folha salarial do serviço público estadual em dia após nove anos de agonia e saques ao fundo previdenciários.

Momento de regozijo para o governismo estadual e de beicinho para a oposição que ficou criando subterfúgios nas redes sociais para tentar desqualificar o feito de pagar quatro folhas atrasadas deixadas pela gestão anterior.

É legítimo dizer que é pouco um governo ter isso como principal marca. Bater em outras fragilidades da gestão de Fátima Bezerra (PT) como a falta de obras e os problemas na área de educação também.

A oposição preferiu apostar no que o secretário estadual de planejamento Aldemir Freire apelidou de “terraplanismo orçamentário” e nas mentiras de que as folhas atrasadas foram pagas com ajuda do Governo Federal.

São duas histórias que nunca foram além da bolha bolsonarista e chegaram a ser desmentidas até pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE).

O eleitor acaba enxergando a picuinha como “despeito” de quem tem como companheiro de palanque o ex-governador Robinson Faria (PL) artífice dos atrasos salariais. O ex-vice-governador Fábio Dantas (SD), foi um vice influente na gestão até março de 2018. Sonha ser governador sendo parte do problema que acabou no último dia 25.

Tentar desqualificar o feito entrega a falta de ideias da oposição. É um pessoal muito bom e criativo para bater, mas muito ruim para propor.

Categorias
Matéria

Oposição lança chapa Fábio Dantas/Rogério Marinho na terça-feira

Na próxima terça-feira, 19, será lançada a chapa de oposição com as candidaturas de Fábio Dantas (SD) ao Governo do Rio Grande do Norte e do ex-ministro Rogério Marinho (PL) ao Senado.

Falta a definição do vice.

Segundo o Blog do BG estarão presentes mais de 70 prefeitos, dez deputados estaduais, quatro deputados federais e o ministro das comunicações Fábio Faria (PP).

Categorias
Análise

Veto de Álvaro Dias a Fábio Dantas deixa oposição ainda mais caótica

O prefeito de Natal Álvaro Dias (PSDB) não achou a menor graça na escolha do ex-vice-governador Fábio Dantas (SD) para ser candidato ao Governo do Rio Grande do Norte feita pelo ex-ministro do desenvolvimento regional Rogério Marinho (PL).

Num cenário em que quase dez nomes foram testados e reprovados pelo eleitor no funil que vai selecionar quem vai representar o bolsonarismo contra a governadora Fátima Bezerra (PT) restou Dantas.

Álvaro não gostou da ideia e descarou estar no palanque de Fábio/Rogério e é ausência confirmada no lançamento da chapa marcado para a próxima terça-feira.

O prefeito de Natal não retribuiu com endosso a decisão a parceria marcada pelo envio de recursos para a gestão dele via Ministério do Desenvolvimento Regional.

O prefeito sugeriu que fosse lançado o presidente da Câmara Municipal de Natal Paulinho Freire (UB) ao Governo, mas é uma possibilidade inviável por ser tratar de um dos favoritos a uma vaga na Câmara dos Deputados que está na cota de aliados de Fátima.

Há quem aposte numa guinada de Álvaro para apoiar a governadora Fátima Bezerra caso ela tenha (e vai ter) como vice o deputado federal Walter Alves (MDB).

A oposição está a cada dia mais caótica.