Categorias
Matéria

Pesquisa mostra que 60% dos mossoroenses não têm candidato ao Senado

A pesquisa TS2/CDL mostrou que a soma dos itens não sabe/não respondeu e nenhum/branco/nulo para o Senado alcança 60,48% na pesquisa estimulada (a que apresenta a lista de nomes), que evidencia que o leitor mossoroense está longe de uma definição para o cargo.

Em um cenário irreal, a ex-governadora Rosalba Ciarlini (PP) e o ministro Fábio Faria (PSD) empatam tecnicamente para o Senado em Mossoró.

O cenário é irreal porque não existe sequer especulações na mídia em torno do nome de Rosalba para o Senado.

Confira os números:

O Instituto TS2 entrevistou 625 eleitores entre os dias 22 e 23 de dezembro. A margem de erro é de 3,78% e o intervalo de confiança é de 95%.

Categorias
Artigo

Jogos de Poder: Eleições 2022 RN

Por Thiago Medeiros*

O Rio Grande do Norte é, claramente, o estado campeão na publicação de pesquisas para o próximo pleito. Essas pesquisas estão buscando criar cenários e influenciar a opinião pública conforme os desejos dos contratantes. Os dois campos, direita e esquerda, buscam jogar suas fichas e apostam em seus cavalos para ganhar as eleições em 2022. Um ator de centro-direita que acaba servindo aos interesses – ao menos no momento atua – dos diversos grupos políticos é Carlos Eduardo (PDT).

Ex-prefeito de Natal, aliou-se ao bolsonarismo em 2018 no segundo turno para tentar vencer Fátima Bezerra (PT), mas foi em vão, apenas aumentou sua rejeição. Agora ele goza de bons números de intenção de votos tanto para Governo como para Senado. Ele sabe a importância de levar esse jogo, precisa disso para negociar. Carlos sabe que sozinho não avançará em nenhuma candidatura e verá seu trunfo ser jogado fora. Ou seja, ele precisa aparecer. Suas entrevistas ainda provocam sono na população, mas por algum motivo ele continua forte nos números.

O bloco da direita, dividido em dois grupos (Fábio e Rogério) disputa a atenção de Carlos Eduardo. Eles sonham ainda com uma chapa com o ex-prefeito para o governo e um deles para o Senado. Seria talvez a única forma de tentar enfrentar Fátima e tirar um forte ator do jogo do Senado Federal. Porém isso não está fácil de acontecer. Carlos Eduardo já sentou com Fábio e não avançou muito, e recentemente tem flertado com Rogério Marinho. Nesse final de semana, inclusive, esteve em agendas com fortes aliados de Marinho, o deputado estadual Nélter Queiroz e o federal Benes Leocádio. Nesse jogo ainda vale tentar destruir a candidatura de Jean, o atual Senador. A direita tem pesquisas que indicam que se Jean, que tem forte ligação com o PT e Lula, for o candidato dificilmente será derrotado. Resumindo a estratégia da direita: tirar Carlos Eduardo do jogo, e ao mesmo tempo causar intrigas do lado da esquerda e tentar minar a candidatura de Jean Paul.

Já no bloco da esquerda, o jogo também é intenso. Existe o grupo que deseja negociar a cadeira do senado para tentar “garantir” a reeleição de Fátima, mas aí moram alguns problemas. Primeiro, pesquisas internas têm mostrado que Fátima nesse caso ajuda mais Carlos Eduardo, do que o inverso. Carlos é inteligente e mascara muito bem isso. O ex-prefeito tenta criar uma falsa ilusão nos bastidores de que consegue transferir votos em Natal para a Governadora. O fato é que isso não ocorre, porém Fátima seria a solução para Carlos no interior. O eleitorado em Natal é tradicionalmente mais conservador e tem resistências ao PT, e Carlos não consegue mudar isso. Logo a tese de que Fátima precisa de Carlos é falsa, mas alguns ainda insistem nessa tese. Carlos Eduardo não é do campo da esquerda, então também uma aliança com ele faria o PT e a esquerda perderem uma cadeira no senado. O Alves com todo seu passado à prova não iria servir às pautas progressistas, ou seja, a esquerda no RN perderia um representante forte dos seus interesses. Mas Carlos precisa ser movimentado, primeiro porque é um adversário para a Governadora e segundo porque esse jogo mantém o prefeito de Natal, Álvaro Dias, quieto no seu lugar. Isso porque para ser candidato ao governo, o prefeito precisa deixar o cargo antes de Fátima anunciar sua chapa. Caso venha a sair candidato e Fátima escolhe Carlos Eduardo para compor? Como fica? Com uma parente de Carlos sendo a atual vice-prefeita da capital e assumindo a cadeira, a chapa teria um verdadeiro canhão nas mãos.

É aí que surge um outro grupo. O grupo que apoia a reeleição de Jean à cadeira do Senado. Jean tem mostrado um mantado atuante e com resultados para o estado e para a governadora. É um dos principais atores do desenvolvimento do RN e consegue dialogar com diversos setores. Jean já tem a simpatia do partido e de vários atores políticos, resta agora fortalecer seu nome e brigar pela vaga. O grupo que apoia Jean, sabe o peso de ter alguém que vista a camisa na cadeira, e que também tenha uma boa relação com Lula. Seria a chapa dos sonhos.

Antes que critiquem, Rafael Motta (PSB) não foi colocado nas análises por ser mais uma vontade de algumas pessoas do que do próprio político que busca intensamente fortalecer sua nominata a deputado federal. Basta olhar suas redes sociais. E o ex-governador Garibaldi Alves (MDB) já deixou claro que seu projeto é garantir lugar para seu filho Walter Alves (MDB).

Carlos Eduardo sabe que precisa antecipar decisões, o ex-prefeito joga na tentativa de provocar reações não racionais. Fátima precisa adiar ao máximo suas palavras e aí esse tempo não interessa a Carlos que pode perder o bonde e se ver numa situação de desespero, e aceitar qualquer coisa. O grupo da direita o corteja e “promete” grandes coisas, já o da esquerda não o quer, mas poderia ser útil dependendo do cenário do próximo ano. Com uma eleição estadual nacionalizada, Jean ganha força para a disputa de sua reeleição.

*É sociólogo.

Categorias
Matéria

Lula tem 20% de vantagem sobre Bolsonaro no RN, aponta pesquisa

O Blog do BG divulgou pesquisa do Instituto Consult que aponta vantagem de 20,77% do ex-presidente Lula sobre Jair Bolsonaro.

Confira os números:

Primeiro turno

Simulação de segundo turno

Rejeição

O instituto Consult entrevistou 1700 eleitores entre os dias 5 e 8 de outubro. A margem de erro é de 2,3 pontos percentuais para mais ou para menos e o grau de confiança é de 95%.

Categorias
Análise

Pesquisa Realtime Big Data tem omissões preocupantes

As pesquisas do Instituto Realtime Big Data que estão sendo realizadas no Rio Grande do Norte trazem um diferencial do levantamento que trata da associação dos nomes do RN aos principais presidenciáveis.

Por outro lado, o questionário apresenta pelo menos dois problemas preocupantes:

1 – Falta de isonomia: a pesquisa pergunta se o eleitor deseja ou não a reeleição da governadora Fátima Bezerra (PT), mas não faz a mesma pergunta em relação ao presidente Jair Bolsonaro;

2- avaliação de governo: os relatórios não trazem a avaliação dos governos de Fátima Bezerra e Jair Bolsonaro. Os dois disputam a reeleição e a forma como  eleitor avalia suas gestões é importante na formulação dos votos.

São pontos que pelo menos para este operário da informação causaram estranheza e podem ser aperfeiçoados.

Categorias
Matéria

Pesquisa traz cenário apertado em disputa pelo Governo do RN

A pesquisa Realtime Big Data divulgada pela 96 FM de Natal apresentou um cenário mais acirrado dos que o apresentado por outros institutos recentemente.

A vantagem da governadora Fátima Bezerra (PT) no primeiro turno está inferior a dez pontos percentuais em todos os cenários.

Confira:

Já no segundo turno no cenário em que enfrenta o ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT), Fátima perde. Nos cenários contra o prefeito de Natal Álvaro Dias (PSDB) e Benes Leocádio (Republicanos) a petista leva a melhor.

Uma novidade em relação a outras pesquisas é a avaliação de voto casado. O ex-presidente Lula e o presidente Jair Bolsonaro impulsionam seus candidatos, melhorando os índices de Fátima e Benes.

Confira:

A pesquisa também mostrou uma maioria desfavorável à reeleição de Fátima.

Confira:

A pesquisa ouviu 1.200 pessoas entre os dias 13 e a4 de setembro e  margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Categorias
Matéria

Lula abre quase 40% de maioria sobre Bolsonaro no RN

Lula lidera com folga no RN (Foto: Pedro Vitorino)

O ex-presidente Lula tem uma vantagem próxima a 40 pontos percentuais sobre o atual titular do cargo Jair Bolsonaro. É o que aponta a pesquisa AgoraSei! realizada em parceria com o Blog do BG.

Confira os números:

Pesquisa estimulada (quando os nomes dos candidatos são apresentados)

 

Segundo turno

Rejeição

O instituto AgoraSei! ouviu 1800 eleitores de todas as regiões do Rio Grande do Norte entre os dias 28 e 31 de agosto. A margem de erro é de 2,3 pontos percentuais para mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%.