Categorias
Matéria

Sindicato acusa prefeito de descumprir acordo

O Sindicado dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (Sindiserpum) está acusando o prefeito de Mossoró Allyson Bezerra (SD) de descumprir o acordo firmado com os professores e aprovado pela categoria em assembleia de que não haveria alterações no Plano de Cargos, Carreiras e Salários.

Na proposta enviada ontem o prefeito tirou o nível médio da tabela de classes. Na lei do piso dos professores o ponto de partida é do nível médio. Só que Allyson extinguiu a categoria, o que dificulta novas aplicações de reajustes futuros em todos os níveis e classes dos professores.

A proposta passou por 12 x 10 na Câmara Municipal.

O prefeito tinha se comprometido em não alterar o plano de carreiras dos professores e a proposta gerou revolta e foi classificada como “armadilha”.  “No limite do limite da aprovação de um projeto que garantisse aos professores o tal reajuste, Alysson manda para a Câmara Municipal de Mossoró uma verdadeira armadilha colocando sim, o aumento tão propalado (lei federal, diga-se de passagem), mas, alterando sem qualquer acordo entre o Sindiserpum, os professores e a gestão, o Plano de Cargos Carreira e Remuneração (PCCR) da categoria, conseguido em 2012 à base de muita luta”, legou.

O Sindserpum vai convocar os professores para uma assembleia e discussão sobre uma greve é uma realidade.