Categorias
Matéria

AGN lança aplicativo de crédito para empreendedores do RN

Governadora participou do lançamento virtual do RN+ Crédito (Foto: Sandro Menezes – Assecom/RN)

Foi lançado ontem ontem (30) o aplicativo RN+Crédito, uma plataforma desenvolvida pela Gerência de Tecnologia da Agência de Fomento do Rio Grande do Norte (AGN), que permitirá o processo de contratação de financiamento sem a necessidade de deslocamento ou envio de documentação de forma física. Antes, a instituição já havia implementado o contato por meio de whatsapp, ainda no início da pandemia, para dinamizar o atendimento e o acesso ao crédito.

Com o uso do aplicativo, a partir do pré-cadastro, o empreendedor poderá passar por análise de crédito, indicar valores que deseja financiar, objetivo da contratação, dentre outras informações necessárias para enquadramento em uma das linhas operadas pela AGN. Outro recurso disponível será o acompanhamento do processo até a assinatura do contrato.

A Governadora Fátima Bezerra, que participou do lançamento,  destacou a importância da iniciativa para ampliação do crédito destinado aos empreendedores de diversos segmentos econômicos.  Nestes dois anos e meio de governo foram mais de 14 mil operações realizadas, totalizando R$ 60 milhões.

“Nós estamos investindo uma média de R$ 2,6 milhões por mês. E com um detalhe extremamente importante: para quem paga em dia, a taxa de juros é zerada, nada de juros. O Estado deve existir para servir à sociedade. E é isso que estamos fazendo”, destacou Fátima

A Governadora também lembrou o alcance social do RN+Crédito: “estimular, apoiar e financiar o empreendedorismo, por meio de crédito, é uma forma de combatermos o desemprego, a falta de expectativas, a pobreza e a exclusão social. Hoje saiu a taxa de desemprego em nosso país, que persiste alta. Isso não é apenas um número, são jovens, mulheres, homens sem oportunidade de trabalho.”

A diretora-presidente da AGN-RN, Márcia Maia, afirmou que os R$ 60 milhões aplicados nestes dois anos e meio do governo atual beneficiaram, entre outros, jovens empreendedores, mulheres, a agricultura familiar, o setor de turismo e, agora, estão sendo desenvolvidas conversas com o pessoal das colônias de pescadores. “Estamos felizes em contribuir para o fortalecimento da economia do Rio Grande do Norte neste momento tão difícil de pandemia”, pontuou Marcia Maia