Antenor Roberto se deu mal (Foto: reprodução)

Vice-governador ajudou a criar a situação que lhe excluiu da chapa de Fátima

O vice-governador Antenor Roberto (PC do B) anda se lamuriando pela imprensa natalense por ter sido excluído da vaga de vice da governadora Fátima Bezerra (PT).

Ninguém nega a lealdade de Antenor e a governadora Fátima Bezerra (PT) já reconheceu isso publicamente diversas vezes.

Mas todo mundo sabe que o PC do B potiguar não tem votos, não agrega apoio significativos e que quando um governante vai para a reeleição precisa ampliar o palanque para compensar os desgastes acumulados em quatro anos de gestão.

Antenor foi o primeiro aliado de Fátima a contribuir para isso ajudando a atrair o ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) para a aliança.

O comunista contava com a tese de que a governadora não permitiria dois Alves na chapa.

Deu errado.

Antenor não contava com os planos de Lula e o ex-presidente impôs o nome do deputado federal Walter Alves (MDB) em seu lugar.

Não adianta se lamuriar, Fátima precisou se juntar com quem tem votos para consolidar a vitória no interior e melhorar o desempenho em Natal.

Resta a Antenor a segunda suplência de Carlos Eduardo ou uma secretaria caso Fátima seja reeleita.

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter