Zenaide critica congelamento de reajuste para servidores

Zenaide votou a favor de ajuda a estados e municípios (Foto: divulgação)

A senadora Zenaide Maia (Pros-RN) prestou homenagem à memória das vítimas da covid-19 no Brasil, na sessão remota do Senado deste sábado (02). “Peço um minuto de silêncio em homenagem aos 6.750 brasileiros e brasileiras vítimas da covid-19 e seus familiares”, solicitou Zenaide aos colegas senadores, durante a reunião que aprovou o projeto de ajuda emergencial aos estados e municípios.

A senadora votou favorável ao projeto, mas lamentou que sua emenda, que tinha como objetivo retirar do texto o congelamento de salários dos servidores, não tenha sido acatada no substitutivo apresentado pelo relator, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre. “Infelizmente, se decidiu que se devia punir o servidor público como contrapartida. Eu gostaria que se aprovassem os próximos projetos de ajuda a estados e municípios com a mesma facilidade que se aprovou R$ 1,2 trilhão aos bancos, sem exigir deles contrapartida”, desabafou a parlamentar, ao citar a PEC do “Orçamento de Guerra”, que, em sua avaliação, só serviu para socorrer o sistema financeiro, sem garantir recursos às micro e pequenas empresas, nem proteger os seus trabalhadores.

As perdas só não foram maiores porque se reconheceu que servidores da saúde e da segurança pública deveriam ter direito a reajuste antes de 2022. O projeto segue para votação final na Câmara dos Deputados.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *