Cuidado UERN, cuidado!

cuidado-uern

Nas palavras do presidente da Associação dos Docentes da UERN, Lemuel Rodrigues, a audiência pública da última quinta-feira serviria para sepultar de vez qualquer possibilidade de a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte ser privatizada.

Para mim as barbas precisam ficar de molho. Não há segurança de nada enquanto Robinson Faria (PSD) for governador. Ele não nutre qualquer simpatia pela universidade e a elegeu como culpada pela crise do Estado.

As declarações dele se posicionando contra a ideia defendida pelo presidente do Tribunal de Justiça, Cláudio Santos, são palavras ao vento. Tanto que o próprio magistrado chegou a dizer que a maioria dos técnicos do governo defendem a ideia e o governador não desautorizou seus auxiliares.

Outro ponto: na audiência Robinson Faria não foi. A secretária de educação, Cláudia Santa Rosa mandou a adjunta Mônica Guimarães que se limitou a dizer que o governador é contra a proposta.

reuniao-com-estudantes-fot-ivanizio-ramos5

Na sexta-feira, Robinson recebeu pessoalmente os estudantes para negociar o fim das ocupações das escolas da rede estadual de ensino. Desde o início dessa polêmica ele sequer recebeu uma comitiva da UERN. Não há interesse em manter qualquer proximidade com a instituição de ensino superior.

Somente os deputados estaduais Fernando Mineiro (PT) e Souza Neto (PHS) foram incisivos em se posicionarem contra a ideia. Por mais que tenhamos 15 assinaturas de parlamentares em manifesto que será entregue ao governador, há motivos para desconfiar da palavra dessa  turma. O presidente Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), por exemplo, nunca fez uma manifestação pública.

No site da Assembleia Legislativa a notícia foi colocada em posição secundária e logo saiu da página principal. O texto não traz qualquer declaração da representante do governo.

São nesses pequenos detalhes que é possível perceber que a luta em defesa da UERN não pode parar. A universidade carece de união interna para poder superar a rejeição da elite política da capital.

Compartilhe:

Comments

comments

2 opiniões sobre “Cuidado UERN, cuidado!

  • 20 de novembro de 2016 em 15:04
    Permalink

    Triste situação, ainda mais quando assistimos ex alunos e o resto da sociedade em silêncio.

    Resposta
  • 20 de novembro de 2016 em 20:09
    Permalink

    Também concordo com o ponto de vista. Um governador que parece ter problemas com Mossoro e com a Uern. Um secretariado que, conforme dito pelo presidente do TJ, majoritariamente apoia a privatizaçao. Um legislativo sempre tendente à subserviência e propenso a apoiar o executivo e
    um magistrado que à frente do TJ/Rn e na vanguarda do atraso, entende que um estado pobre Como o Rn nao pode se dar ao luxo de manter uma instituiçao de ensino superior. Sim e um bocado de formadores de opiniäo na capital que diante de uma profunda crise fiscal e financeira ‘investe’ na construçao de consenso em torno do discurso que “a Uern causa prejuizo ao estado”.
    Sinceramente, é irresponsabilidade fomentar divisoes num momento já Tao polarizado e tensionado social e politicamente mas é impossivel nao se manifestar diante da distancia abissal que o atual governo insiste em aprofundar entre a capital e o “resto” do estado. Se mostram absolutamente ignorantes e insensíveis à importancia que a Uern tem para o desenvolvimento do estado e especialmente para a regiäo Oeste, a mais municipalizada, com seus 62 municipios e portanto sempre necessitada de pessoal qualificado para atendimento de demandas na esfera publica e privada.
    Mais curioso ainda é perceber tantos quadros do estamento burocratico, da classe politica e da midia oriundos da regiao, defendendo essa posiçao. Parecem desconhecer, eles próprios, a força que vem do interior. Conjuntura bem desfavoravel mesmo para a Uern.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *