Em nova condenação da Operação Sal Grosso, juiz decreta perda de mandato de vereadores

izabel-montenegro-500x330 claudionor-dos-santos-foto-walmir-alves

O juiz da 3ª Vara Criminal Cláudio Mendes Junior em novo julgamento de processos decorrentes da Operação Sal Grosso decretou as perdas dos mandatos eletivos dos vereadores Claudionor dos Santos (PEN) e Izabel Montenegro (PMDB), esta última reeleita. A sentença de 7 de novembro de 2016 é relativa aos empréstimos consignados realizados sem o devido desconto nos contracheques.

Alegando desconhecer que o vereador Manoel Bezerra de Maria (PRTB), que foi reeleito, ocupe cargo público ele não decretou a perda de mandato. Esse dado certamente será reparado na decisão quando o magistrado se der conta do equívoco.

junior-escossia

Na sentença ele ainda decretou também a perda do cargo de auditor fiscal do município do ex-presidente da Câmara Municipal Junior Escóssia, que está afastado da política há oito anos. Ele ainda foi condenado “a seis anos e quatro meses de reclusão e mais trinta e um dias-multa no valor de dois salários mínimos cada, portanto superior a

04 anos”.

Ele alegou em todos os casos falta de comprometimento ético para aplicar.

Izabel, Manoel Bezerra e Claudionor dos Santos também tiveram mantidas as condenações a cinco anos e quatro meses de reclusão e vinte e seis dias multa no valor de dois salários mínimos cada. A mesma pena foi aplicada aos ex-vereadores Osnildo Morais (PHS), Gilvanda Peixoto, Aluízio Feitosa (PTD), Benjamim Machado (PR) e Daniel Gomes (PSD). Destes cinco apenas Gilvanda não tentou retornar à casa legislativa este ano.

O magistrado decidiu que todos poderão recorrer em liberdade.

Operação

A Operação Sal Grosso foi realizada em 14 de novembro de 2007 pelo Ministério Público com o objetivo de apurar irregularidades no pagamento de diárias, empréstimos consignados e uso de verbas de gabinete.

Essa é a terceira vez que o juiz Cláudio Mendes aplica a mesma sentença para os condenados sendo desta vez com o acrescimento da decretação da perda dos cargos públicos.

Compartilhe:

Comments

comments

6 opiniões sobre “Em nova condenação da Operação Sal Grosso, juiz decreta perda de mandato de vereadores

  • 19 de novembro de 2016 em 07:37
    Permalink

    Até que enfim a justiça está sendo feita aqui em Mossoró, espero que seja cumprida e eles paguem pelo que fez, quem sabe os que vão entrar no próximo ano pense duas vezes e não tente usar o dinheiro publico em seu próprio beneficio.

    Resposta
  • 19 de novembro de 2016 em 08:38
    Permalink

    Acho que deveriam ser condenados a devolverem aos cofres publicos tudo o que ganharam nesse período com juros e correção, assim é bom demais, quase 10 anos enriquecendo.

    Resposta
  • Pingback: Quem pode assumir caso vereadores condenados sejam realmente afastados – Blog do Barreto

  • 19 de novembro de 2016 em 13:23
    Permalink

    Há pelos menos 16 anos espero que a justiça do RN faça prevalecer o que diz a lei que lugar de bandido é na cadeia.
    Queria saber como fica a consciência daqueles que votam e ajuda a eleger bandido.
    Pior ainda quando vota por cenzinho.

    Resposta
  • 19 de novembro de 2016 em 16:19
    Permalink

    “Direito de se defender em liberdade”!!! Pra mim isso já diz nas entrelinhas: ” – Só pra dizer ao povo que estamos buscando a justiça” …. Brasil meu Brasil brasileiro….

    Resposta
  • 21 de novembro de 2016 em 14:26
    Permalink

    Tardou mas chegou…merece uma centena de foguetões…kkkkkkkkkk

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *