Manifestação de filho de Rosalba contradiz promessa de cortes em cargos comissionados

Kadu e Rosalba

Ao ler a postagem de Carlos Eduardo Ciarlini, o “Kadu”, nas redes sociais fiquei intrigado com questionamento em tom de indignação: “Ninguém percebe que houve uma redução de quase 30% de comissionados?”.

Como? Quase 30%? Seria esse os números dos cortes anunciados pela Prefeitura de Mossoró na gestão da mãe dele, Rosalba Ciarlini? Pelo menos a essa última resposta eu posso responder que não.

No dia 2 de janeiro a Prefeitura anunciou por meio da Assessoria de Comunicação, em matéria reproduzida pelo Blog do Barreto (ver AQUI), que estaria cortando no mínimo 50% dos cargos comissionado.

Segue trecho da matéria:

“O Decreto 5025 de 02 de janeiro de 2017 será publicado na edição desta terça (03) do Jornal Oficial do Município. Entre outras medidas de contenção estão a suspensão de pagamento de horas extras, plantões e viagens, redução de no mínimo 50% do número de cargos comissionados por cada órgão, revisão e cancelamento de contratos e locações”.

A declaração de “Kadu” é uma confissão de que o decreto está sendo descumprido. Quase 30% é menor do que no mínimo 50%. Qualquer criança alfabetizada percebe isso.

Mas o decreto anunciado pelo município tinha algumas brechas que excluía dos cortes diretores de escolas e unidades de saúde. Em 7 de fevereiro, o Blog do Barreto, verificou que a Prefeitura de Mossoró disponibilizava (antes da recriação da Secretaria Municipal de Cultura) de 710 cargos de comissão (ver AQUI). Com todas as brechas ela poderia nomear até 448 cargos comissionados para ficar dentro do estabelecido no decreto.

Nas contas do blogueiro Tio Colorau a prefeita já nomeou 555 cargos comissionados (ver AQUI), 100 a mais do limite estabelecido por ela mesma.

No desabafo de “Kadu” nas redes nem ele mesmo, que foi chefe de gabinete nos primeiros dias da atual gestão, não soube precisar quantos existem atualmente. “Se antes havia mais de 700 cargos em comissão e hoje são cerca de 500 segundo o que noticiam, tirando os da nova, importante e necessária Secretaria criada, a de Cultura”, disse.

No meio dessa confusão o Ministério Público fez uma série de recomendações no último dia 10, dentre elas o corte de cargos comissionados na Prefeitura de Mossoró.

Até hoje a Prefeitura de Mossoró não se manifestou.

O filho da prefeita ao final das contas colocou ainda mais lenha na fogueira na crise de credibilidade da gestão da própria mãe.

Compartilhe:

Comments

comments

3 opiniões sobre “Manifestação de filho de Rosalba contradiz promessa de cortes em cargos comissionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *