Professores e governo chegam a acordo para pagamento do piso nacional

SINTE/RN e Governo chegam a acordo (Foto: Sinte/RN)

Blog do Sinte

A assembleia Estadual do SINTE/RN, realizada na manhã desta quarta-feira (20), na Escola Winston Churchill, em Natal, decidiu aprovar, (com apenas 4 votos contrários), a nova proposta de pagamento do reajuste do Piso do Magistério apresentada pelo governo do Estado.

Para o coordenador geral do SINTE/RN, professor Rômulo Arnaud, o processor de negociação para implantação de outras pautas da categoria deve continuar, como “as mudanças de letras, de nível, quinquênio, pagamento de horas extras, melhorias nas estruturas das escolas”.

A assembleia também aprovou continuar a luta, juntamente com o Fórum dos Servidores, pelo pagamento dos atrasados dos aposentados e aposentadas.

GOVERNO

Rômulo fala ainda da necessidade de aprovação da Lei do reajuste do Piso ter ainda que passar todos os anos pela aprovação na Assembleia Legislativa; “Esse problema tem que acabar”, relata Arnaud, que acrescenta; “o deputado estadual Francisco do PT, já se comprometeu com o SINTERN e vai promover uma audiência pública no dia 26 de abril, sobre a proposta da Lei permanente, para que não tenha a necessidade que após.

VEJA A PROPOSTA APROVADA

PARA OS/AS PROFISSIONAIS DA ATIVA:

Reajuste de 4.17% a partir de abril.

RETROATIVO:

3 parcelas nos meses de abril, maio e junho.

PARA OS/AS PROFISSIONAIS APOSENTADOS/AS:

Reajuste de 4.17% a partir de maio.

RETROATIVO:

Primeira parcela de 4.17% em junho relativo a janeiro;

Seis parcelas de 2.085% nos meses de julho a dezembro, referentes aos meses de fevereiro, março e abril.

Compartilhe:

Comments

comments

4 opiniões sobre “Professores e governo chegam a acordo para pagamento do piso nacional

  • 20 de março de 2019 em 12:13
    Permalink

    Parabéns a governadora Fátima. Essa tem palavra.

    Resposta
  • 20 de março de 2019 em 19:50
    Permalink

    Parabéns, como? Eu tenho familiares aposentados, pela educação, q estão com décimo de 2017/2018, salários parte Nov e dez, sem receber. Totalizando mais de R$ 20.000,00. Isso é justo? Só porque o governante e do pe PT? O qual a governadora atual foi sua presidente (ou presidenta, com os petista gostam de pronunciar) por que o sindicato aceitou? Respondo, porque é umbigomente ligado a Fátima. Ou eu estou mentindo. Né não?

    Resposta
  • 23 de março de 2019 em 06:31
    Permalink

    Assim eu acho que a governadora está fazendo o que pôde. Pq foi muita débito que o safado do Robison deixou e só faz 3 meses ela não faz milagres não.

    Resposta
  • Pingback: Reajuste dos professores será votado hoje na Assembleia Legislativa – Blog do Barreto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *