Agripino afirma que nomeação de Lula é a renúncia de Dilma

_DSC7702

O presidente do Democratas, senador José Agripino (RN), comentou no início da tarde desta quarta-feira (16) o anúncio de que o ex-presidente Lula será ministro da Casa Civil.

  “O ex-presidente Lula ministro significa a renúncia de Dilma da presidência. Porque Lula é a maior liderança do PT e vai tomar conta do governo. Na prática, é a renúncia de Dilma”.  Para Agripino, com a vinda do ex-presidente para o Palácio do Planalto, perde-se por completo a nitidez de quem, de fato, estará à frente do país.

 “Lula e Dilma não se entendem há muito tempo. Tanto na política, quanto na gestão. Resta saber se Lula na Casa Civil significa a renúncia de Dilma ou se é mais confusão à vista”, completou.

O líder da oposição no Senado também fez questão de ressaltar que as notícias vão ampliar o sentimento de rejeição do governo petista por parte da sociedade. “As manifestações de rua recentes que foram contra Dilma e Lula serão potencializadas com carga dobrada de rejeição. O brasileiro acordou para os desmandos do PT”.

Agripino ainda falou sobre a inoperância do governo no combate a crise. “Esse governo não consegue conter a recessão, desemprego, inflação e não tem suporte político partidário para aprovar nada. Além disso, tem o impeachment batendo às portas da chefe do Executivo federal. A nomeação de Lula para ministro-presidente é pura falta de alternativa e inexistência de comando de Dilma”, conclui.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *