Barbárie política não respeita nem a dor da morte

Marisa Letícia

O Brasil vive dias obscuros desde que uma onda conservadora ganhou força a partir das eleições de 2010. São pessoas que se escondem atrás de uma bíblia, mas professam o ódio. Ódio gratuito, diga-se.

Mas essa imbecilidade não se resume à direita. Há na esquerda seres insanos que não respeitam a dor da morte como podemos lembrar quando morreu um filho do governador paulista Geraldo Alckmin.

A morte da ex-primeira dama Marisa Letícia incitou a barbárie política com seres insanos, sob o falacioso argumento de que ela era uma “comparsa” da corrupção petista, indo as redes sociais comemorar a morte de uma senhora que raramente deu declarações públicas ou tenha condenação por qualquer ato criminoso. Mas era a esposa de Lula. Só bastava isso para o “regozijo”.

A que ponto chegamos! A barbárie política em que o Brasil se enfiou está fazendo as pessoas perderem a sensibilidade mesmo que elas se autodenominem cristãs elas não estão respeitando sequer o preceito do respeito a dor da morte.

20170202-lula-fhc-hospital-marisa-leticia-kKdF-U201518896393UWB-1024x576@GP-Web
FHC e Lula: aula de civilidade

Enquanto os seres insanos esbanjam sua imbecilidade esférica nas redes sociais, os líderes políticos dão os bons exemplos de civilidade. Fernando Henrique Cardoso visitou Lula e prestou solidariedade retribuindo o gesto do petista após a morte de Ruth Cardoso quando o ainda presidente/operário decretou luto oficial pela morte da companheira do antecessor/sociólogo.

Agora Temer faz o mesmo deixando as diferenças de lado também decretando luto oficial.*

Não se trata de hipocrisia nem muito menos da falta de vergonha ou incoerência. É uma questão de respeito e acima de tudo civilidade.

O ódio politicamente ignorante não tem cor, classe social, religião nem muito menos escolaridade.

Sempre defendi o embate de ideias. Mas o que está acontecendo é ódio puro. Os líderes políticos desse pai´si precisam acabar com essa barbárie política.

Correção 14h41: o presidente Temer decretou luto oficial de três dias. Agradecer a leitora Amanda Ravenna pelo aviso no Twitter.*

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter