Lula e Fátima melhoram na preferência do eleitorado (Foto: Vlademir Alexandre/Agência Saiba Mais)

Consult aponta melhora para Fátima, Lula e Carlos Eduardo. Bolsonaro e Ministros caem. Garibaldi modifica cenário para o Senado

O Instituto Consult publicou uma pesquisa em parceria com o Blog do BG ontem. Em agosto a empresa publicou outro levantamento desta vez na Tribuna do Norte.

Evolução de desempenho eleitoral e de gestão a recomendação dos especialistas é de que a comparação seja feita com base em números do mesmo instituto.

Em dois meses, a vantagem do ex-presidente Lula sobre Jair Bolsonaro subiu de 12,18 pontos percentuais para 20,77. Isso porque ele subiu de 42,53% para 46,595 enquanto que o atual mandatário nacional caiu de 30,35% para 25,82%.

Na corrida ao Governo do RN o quadro de liderança segue nas mãos da governadora Fátima Bezerra (PT) que apresentou melhora nas intenções de voto. Se antes ela oscilava entre 24,24% e 25,94% nos cenários de primeiro turno agora ela varia entre 30,65% e 33,18%. A petista ainda teve uma leve redução na rejeição que caiu de 35,4% para 33%.

Sempre se envolvendo em polêmicas evitáveis, o senador Styvenson Valentim (PODEMOS) reduziu suas intenções de voto de um pico de 20,18% para 13,24% em seu melhor desempenho. Sua rejeição saltou de 5,8% para 12,3%.

A pesquisa indica que o nome da oposição com melhores condições de polarizar com a governadora é o do ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT). Ele variava entre 18,35% e 22,82% para um pico de 28,71%, atingindo um patamar de empate técnico com a governadora. A rejeição oscilou dentro da margem indo de 3,2% para 5,5%.

Na pesquisa de ontem não foram divulgadas simulações de segundo turno.

Já para o Senado, a inclusão do nome do ex-governador Garibaldi Alves Filho (MDB) que não estava na pesquisa anterior alterou completamente o quadro. O emedebista lidera com 20,59% e fez o desempenho de Carlos Eduardo cair do pico de 37,88% para 14,24%.

Os ministros bolsonaristas Fábio Faria e Rogério Marinho caíram de respectivamente 15,71% e 13% para 8,94% e 8,29%.

O senador Jean Paul Prates oscilou negativamente dentro da margem de erro, mas tem um dado a celebrar: a rejeição dele despencou de 19% para 11%.

Avaliações de governos

A governadora Fátima Bezerra tem no Instituto Consult o seu pior desempenho em termos de avaliação de governo. Inclusive os números destoam muito das outras sondagens. Ainda assim a desaprovação caiu de 57,59% para 55,47% e a aprovação subiu de 30,35% para 33,65%.

Já com o presidente Bolsonaro a situação inverte. A desaprovação subiu de 55,71% para 62,29% e a aprovação foi reduzida de 36,24% para 30,24%.

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter