Em realidade paralela, Robinson pensa que ainda está em 2014 e é popular

Robinson Faria

O governador Robinson Faria (PSD) se sente em um mundo à parte onde a gestão dele é de excelência, o povo está ao lado dele e está pronto para derrotar toda a classe política do Estado. Pelo menos foi o que ele demonstrou em entrevista aos jornalistas Thaisa Galvão e Eugênio Bezerra da FM Cidade.

Sem qualquer preocupação o calendário ele falava dando a impressão de ainda estar em 2014 ao lembrar que após ser isolado pelos grupos tradicionais acabou vencendo as eleições derrotando Henrique Alves, atualmente um presidiário. “Quando eu saí do governo (após romper com a então governadora Rosalba Ciarlini) todo mundo rompeu comigo. Eu era um ‘leproso’. Ninguém queria nem tomar um café comigo e hoje sou governador do Estado”, disparou.

Cada vez mais isolado, Robinson acredita que o povo está ao lado dele. “Querem me isolar de novo? Que tentem me isolar. Quero ver é me isolar do povo do Rio Grande do Norte”, disparou.

O governador disse ainda que quebrou paradigmas e em três anos fez o que não fizeram em 30 anos. “Isso que é o novo”, argumentou.

Com mais de 85% de desaprovação, governador mais impopular da história potiguar, Robinson disse que pode ser candidato até sozinho. Ele também acredita que a crise acabou e quando começar a explicar o povo perceberá que nasceu “um novo Rio Grande do Norte”. “Quando cortina que escondia o belo for descortinada o belo vai aparecer”, projetou.

Nota do Blog: alguém precisa convencer Robinson Faria a fazer as pazes com a realidade.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *