Ex-secretário de segurança revela que existem pedidos na polícia do tipo “não investigue que é gente minha”

Em entrevista em um Canal do Youtube (ver vídeo abaixo) chamado Tribuna Livre o ex-secretário estadual de segurança general Eliezer Girão revelou que dentro do âmbito da segurança do Rio Grande do Norte existem pedidos para evitar investigações de crimes vindo dos altos escalões do Estado.

No bate-papo ele afirma que “ a ordem que eu sei que está acontecendo aqui no Rio Grande do Norte… essa ordem existe aqui é ‘não investiga porque é gente minha’”.

O Blog do Barreto fez contato com o ex-secretário de segurança da administração da então governadora Rosalba Ciarlini (PP). Ele negou que isso tenha acontecido na gestão dele na pasta. “Eu nunca iria aceitar uma Ordem Absurda. Passei para a Reserva do Exército exatamente por ter recebido uma Ordem Absurda do Ex-presidente Lula e disse que não iria cumprir. Não permiti que minha Tropa fosse empregada para tal. Essa Ordem é recente”, explicou.

O general, que até março estava atuando na Secretaria Municipal de Defesa Social, lamentou que exista politização das polícias. “Os Governadores controlam as Polícias, principalmente a Investigativa. Preciso lhe dizer algo mais? No meu caso, como lhe afirmei antes, nas vezes que exerci esse cargo, com muita honra, fiz por merecer meu caráter e não o tal de salário. Compromisso deve ser com a sociedade e não com um Grupo político.  Esse pensamento deveria ser de todos”, analisou.

Abaixo o vídeo com as declarações do general Girão

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *