(Foto: Evaristo Sá/AFP)

Fábio Faria estará provando do próprio veneno se estiver falando a verdade sobre suposta fuga de guru do bolsonarismo

Nos últimos anos Fábio Faria ocupou espaços na mídia potiguar espalhando informações falsas ou distorcidas. Aqui no Rio Grande do Norte ele chegou a dizer que o pagamento de três das quatro folhas deixadas atrasadas pelo pai dele foram com dinheiro federal.

A fala foi tão absurda que foi necessário o Tribunal de Contas do Estado (TCE) emitir uma inédita nota desmentindo um político que atacou um governo.

Em junho ele chegou a espalhar que o Rio Grande do Norte teria distribuído 56% das vacinas contra a covid-19 recebidas pelo Ministério da Saúde quando na verdade o dado correto era 89%.

Agora Fábio acusa os outros de espalharem fake News e apela ao STF nas redes sociais.

Vamos ao caso: a escritora Daniela Abade relatou no Twitter que o voo da FAB enviado aos EUA para buscar Fábio Faria teria dado uma carona ao guru do bolsonarismo Olavo de Carvalho. Este mesmo revelou que teria saído do Brasil às pressas após passar por um tratamento de saúde na rede pública e estar prestes a ser intimado pela Polícia Federal para prestar depoimento no inquérito das fake News.

Segundo Abade, Olavo teria partido de São Paulo no dia 13 de novembro e desembarcado no Aeroporto Mac Arthur, em Long Island, um terminal doméstico e não usado em voos internacionais.

No dia 14 o mesmo avião teria trazido Fábio de volta ao Brasil. A história repercutiu em alguns dos principais sites e jornais do país.

A história é cabeluda e precisa ser esclarecida.

O Centro de Comunicação da Aeronáutica chegou a enviar uma nota negando o transporte de Olavo para os EUA.

Se a história for falsa Fábio Faria estará provando do próprio veneno.

 

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter