Francisco Carlos cobra cumprimento de leis

O vereador Professor Francisco Carlos (PV) usará a tribuna da Câmara Municipal, em 2016, para cobrar o cumprimento de leis que, embora aprovadas, não beneficiam o cidadão. O tema foi levantado durante entrevista na manhã desta quinta-feira (4), no Programa Jota Nobre no Comando Geral, na Difusora AM.

As leis a que ele se refere preveem benefícios em setores essenciais, como educação, saúde e segurança. “Entendo que não adianta criar mais projetos quando leis, que já foram aprovadas e deveriam estar vigorando em benefício do cidadão, não são postas em prática. Lei é lei, e tem que ser cumprida”, opinou.

Francisco Carlos afirma que essa será sua principal bandeira parlamentar em 2016. “Farei isso com afinco neste ano, pois é inadmissível que leis sejam criadas e não sejam cumpridas”, criticou.

Descaso

O vereador cita como exemplos do descumprimento de leis pela Prefeitura iniciativas de sua autoria, como a do Cuidador de Idosos, que assegura capacitação aos cuidadores de pessoas da terceira idade, o pagamento do 14º salário a professores e o trabalho integrado proposto nas Bases Integradas Cidadãs (BIC’s).

“Mas não são apenas as leis criadas por nosso mandato que estão sendo descumpridas. São muitas outras leis, de interesse público e que poderiam estar garantindo uma melhor qualidade de vida aos cidadãos, mas que não são cumpridas pela Prefeitura de Mossoró”, destacou.

Debates

Em outra frente, o vereador Francisco Carlos conclama a população mossoroense a debater acerca de temas atuais e de interesse do público em geral, para fomentar ações e políticas públicas voltadas para o desenvolvimento de Mossoró.

“Estamos propondo um debate para elaboração de nova política de cultura, de educação, de saúde, resgatando iniciativas que a atual gestão municipal destruiu. Coisas que foram construídas ao longo de 20 anos, mas destruídas em pouco mais de dois anos”, lamentou.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *