Governador e primeira dama ignoram homenagem da Câmara Municipal de Mossoró que vira palco de protesto

Nem o governador Robinson Faria (PSD) muito menos a primeira dama Juliane Faria vieram a Mossoró. A honraria duplamente inadequada (de justificativa e de momento) acabou sendo tratada com frieza pelo casal número um do Rio Grande do Norte.AjlnjiALDg5qXeBtEcaWTTJ9nlvHso64onDWUPDiBLl9 AoEYqLkDQpjtCA30DL17fdBAGAsTQHDC-6NhPm89SAwl

Chegou-se a cogitar que o governador viria prestigiar a homenagem concedida à primeira dama que receberia título de cidadã mossoroense. Mas à exemplo do que fizera ontem na Assembleia Universitária da UERN nem veio nem mandou representante.

Quem apareceu mesmo foram os grevistas da UERN. Munidos de faixas e cartazes com palavras de ordem cobrando uma solução para o impasse.

AnXnmyXd5WdkRWmseW2S1OsnaSDGj24j0hMejZzTbjh0

Por esse aspecto louve-se a postura democrática do presidente da Câmara Municipal Jório Nogueira (PSD) que não só permitiu a presença dos manifestantes como ao final da sessão solene abriu espaços para que o presidente da Associação dos Docentes da UERN, Lemuel Rodrigues, pudesse discursar para a platéia.

Compartilhe:

Comments

comments

Uma opinião sobre “Governador e primeira dama ignoram homenagem da Câmara Municipal de Mossoró que vira palco de protesto

  • 1 de outubro de 2015 em 17:49
    Permalink

    Gostei do assunto, o post foi legal. Viu, algum colega daqui j ouviu falar daquele colcho novo o famoso colcho inteligente pra me dizer se confortvel? Ouvi um neuro la na Globo falando que fabricado com a medida da pessoa. http://ocolchaointeligente.com.br.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *