Governadora nega redução de leitos previstos para Mossoró

Após setores da mídia local divulgarem que a governadora Fátima Bezerra (PT) teria comunicado à prefeita Rosalba Ciarlini (PP) que reduziria a previsão de leitos para Mossoró dentro das ações de combate ao novo corona vírus, a chefe do executivo estadual usou as redes sociais para desmentir a informação.

“O número de leitos totais até o momento é 170, mas seguimos em busca de aumentar esse número. A construção desses números foi feita mediante parceria e diálogo direto entre Governo do RN e PREFEITURA MUNICIPAL DE MOSSORÓ. Seguimos juntos trabalhando para aumentar esses números cada vez mais, de forma a atender a população da região”, diz Fátima Bezerra.

View this post on Instagram

Não houve redução de leitos em Mossoró. Os 70 leitos são exclusivamente de UTI e CTI (pacientes em estado grave e semi-intensivo). O número total de leitos é muito maior. Não há redução nenhuma. A maior preocupação do Estado no momento é com os leitos críticos, para pacientes em situação grave. O Comitê Gestor de Enfrentamento ao #coronavirus no Rio Grande do Norte segue trabalhando tanto para ampliação de leitos totais quanto os de UTI, e até o momento, garante o mínimo de 70 LEITOS PARA UTI E CTI em Mossoró. O número de leitos totais até o momento é 170, mas seguimos em busca de aumentar esse número. A construção desses números foi feita mediante parceria e diálogo direto entre Governo do RN e PREFEITURA MUNICIPAL DE MOSSORÓ. Seguimos juntos trabalhando para aumentar esses números cada vez mais, de forma a atender a população da região. #EquipeFB #RNContraCovid19 #RNnaQuarentena #FiqueEmCasa

A post shared by Fátima Bezerra (@fatimabezerra13) on

A governadora explicou que são 70 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e Unidade de Cuidados Intermediários (UCIs) para Mossoró e que os demais serão de enfermaria.

O secretário adjunto de saúde Petrônio Spinelli disse que o trabalho é para aumentar a quantidade de leitos além dos 170 já previstos. “O número total de leitos é muito maior. Não houve nem haverá redução. A maior preocupação do Estado no momento é com os leitos críticos, para pacientes em situação grave”, analisou.

A prefeita de Mossoró Rosalba Ciarlini pediu apoio para aquisição de material hospitalar para montar uma ala de 20 leitos na Unidade de Pronto Atendimento Raimundo Benjamim Franco, também conhecida como UPA do BH. O Governo informou que está trabalhando para atender a reivindicação.

Novos leitos em Mossoró

Total – 170

Hospital Regional da Polícia Militar – 25 leitos

Hospital Regional Tarcísio Maia – 20 leitos de UTI e 7 de UCI

Hospital São Luiz – 20 leitos de UTI e 20 enfermarias

Hospital Rafael Fernandes – 18 leitos

Casa de Saúde Dix Sept Rosado – 10 leitos de UTI e 40 de UCI

Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) – 10 leitos

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *