Jean Paul lembra passado de omissões de Rogério (Fotomontagem: Blog do Barreto)

Jean Paul critica atuação de Rogério contra a classe trabalhadora: “é com essas bandeiras que ele vai pedir voto aos eleitores do nosso estado?”

O senador Jean Paul Prates (PT) rebateu o ministro do desenvolvimento regional Rogério Marinho que acusou a bancada potiguar de ser omissa.

Jean gravou vídeo em que lembra a atuação de Rogério Marinho nas reformas trabalhista e da previdência que retirou direitos dos trabalhadores. “É com essas bandeiras que ele vai pedir voto aos eleitores do nosso estado?”, questionou. “É bom lembrar, já que a memória do ministro omite, que este governo que ele integra é responsável também por outras tragédias. Fizeram uma reforma da previdência que penaliza os trabalhadores fazendo com que eles se aposentem mais tarde e que reduziu as pensões das viúvas brasileiras. Defendem uma reforma administrativa que vai tirar a estabilidade dos servidores públicos e permitir que políticos como ele possam indicar milhões de pessoas para funções de governo”, argumentou. “E a reforma trabalhista, Ministro? Aquela do qual o senhor foi relator e que tirou direitos dos trabalhadores brasileiros. A ideia era gerar empregos, lembra? Nada disso aconteceu e o que temos hoje são milhões de brasileiros explorados, sem emprego e sem direitos. Não se omita diante disso!”, complementou.

Ele ainda destacou o silêncio de Rogério Marinho que integrou o governo Rosalba Ciarlini que iniciou o processo de atrasos salariais na administração estadual. “Omissão é ser o responsável pela Secretaria de Desenvolvimento do Governo Rosalba que raspou o fundo previdenciário dos servidores e afundou o estado. Não dá pra simplesmente fingir que não participou desse crime contra o funcionalismo”, disparou.

Ele ainda citou o desinteresse do ministro em ajudar na luta para trazer investimentos importantes para a economia potiguar. “Omissão é ser ministro e não trabalhar pela implantação do Hub dos correios no Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, uma proposta que o ministro já chegou a defender, mas mais uma vez prefere esquecer. O ministro prefere agora defender a privatização dos Correios, da Eletrobras e da própria Petrobras, que vem rapidamente sendo entregue à iniciativa privada como vimos aqui no estado”, disse.

Jean ainda lembrou a omissão do ministro na crise sanitária provocada pela pandemia. “Temos que falar também dos quase 600 mil mortos pela Covid e do desemprego de milhões de brasileiros provocados pela incompetência desse governo do qual o senhor participa. Omissão, senhor ministro, é permitir o retorno da inflação que tira a comida da boca dos brasileiros e que coloca os preços da gasolina e do botijão de gás nas alturas. São essas as realizações que o senhor deve apresentar, e não promessas e críticas vazias”, disparou.

Confira o vídeo com a reação de Jean:

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter