Morre o radialista Otoniel Maia

Morreu no final da tarde de hoje o radialista Otoniel Maia, figura marcante da comunicação mossoroense. Há anos ele lutava contra um câncer e sofria problemas decorrentes de uma diabetes.

Com passagens pelo rádio e TV, o último trabalho de Otoniel Maia foi na TV Mossoró onde apresentou o Linha de Fogo com Ciro Robson e depois com Carlos Cavalcanti.

Na época ele cravou frases que ficaram no imaginário dos mossoroenses como “boca quente é boca de caieira”, “se não quer que seu nome apareça, evite que o fato aconteça”, dentre outras.

Nos anos 1990, Otoniel fez história com entrevistas marcantes com o polêmico Valdetário Carneiro. “Ele só dava entrevista a mim”, costumava relatar com orgulho nos corredores da TV Mossoró.

Além de radialista, Otoniel fazia política em Felipe Guerra onde exerceu sucessivos mandatos de vereador. Nas eleições de 2012 mesmo doente ele teve 354 (6,38%) votos e foi eleito para o último mandato.

Nascido em Felipe Guerra em 15 de setembro de 1946, Otoniel Maia deixa esposa e três filhos.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *