Natália Bonavides denuncia Fábio Faria ao MPF

Bonavides denuncia Faria por violar o princípio da impessoalidade em favor de Bolsonaro (Foto: cedida)

A deputada federal Natália Bonavides (PT-RN) apresentou notícia de fato no Ministério Público Federal contra Fábio Faria, ministro das Comunicações, e Fábio Wajngarten, secretário de comunicação, por improbidade administrativa, uma vez que violaram o princípio da impessoalidade ao utilizarem os meios de comunicação institucional do Governo Federal para promover pessoalmente o presidente da República Jair Bolsonaro.

Em 31 de dezembro, na conta oficial da Secretaria Especial de Comunicação Social, foi publicada uma imagem com foto do presidente e mensagem celebratória, ferindo a Constituição Federal que determina que canais institucionais devem ter caráter educativo, informativo ou de orientação social, e que veda a disposição de nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos.

Para Bonavides, é fundamental a apuração dos fatos, uma vez que estes violam o princípio da impessoalidade: “Temos um exemplo clássico de ato de improbidade administrativa, tão clássico que é justamente esse tipo de exemplo que professores de direito recorrem como ferramenta pedagógica para que estudantes entendam o que é ato de improbidade administrativa”.

A deputada também destaca que essa não é a primeira vez que o Governo Federal desvirtua a função de sua comunicação oficial, o que já a motivou a protocolar representação sobre temas similares, como no caso do uso da EBC para proselitismo político na transmissão do jogo do futebol entre as seleções do Brasil e do Peru.

“Não existem dúvidas. Trata-se aqui de flagrante utilização da estrutura da Administração Pública para promoção pessoal do presidente da República. Espero que o Ministério Público Federal apure brevemente os fatos e, ao fim, tome as providências pertinentes”, declarou Natália.

Compartilhe:

Comments

comments

6 opiniões sobre “Natália Bonavides denuncia Fábio Faria ao MPF

  • 8 de janeiro de 2021 em 06:38
    Permalink

    Se Fábio fez algo irregular, que pague pelo erro. Mas, me diga uma coisa, quando o PT, promove vários atos no Brasil inteiro, a favor do condenado, Lula da Silva, com dinheiro do fundo partidário, por que a deputada não faz a mesma cobrança? Isso é o pode-se dizer: “DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS”, ou “DUPLO PADRÃO”. Né não?

    Resposta
    • 8 de janeiro de 2021 em 13:00
      Permalink

      Se está errado, fica a critério da oposição ao PT denunciar! Porque vc mesmo não o faz?

      Resposta
  • 8 de janeiro de 2021 em 10:17
    Permalink

    Mas o dinheiro do fundo partidário do PT é para o partido gastar com quem? com lula ou bolsonaro? Lógico que é com lula!

    Resposta
  • 8 de janeiro de 2021 em 10:58
    Permalink

    Vc nao sabe o que estar dizendo, primeiro tem que provar, segundo lula nao faz parte de órgãos publicos, terceiro esqueca lula, o bichinho ta morto, entao nao converse besteira e nao sabe o que diz.

    Resposta
  • 8 de janeiro de 2021 em 11:14
    Permalink

    Procurando cabelo em ovo.

    Resposta
  • 8 de janeiro de 2021 em 11:54
    Permalink

    Duas figuras sem futuro. Tomara que chegue 2022 para tirarmos essa turma , incluído o último Alves , o ditador Girão e etc e tal
    VOLTA JAJÁ.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *