O reino do silêncio e medo dos terceirizados com salários atrasados desde janeiro em Mossoró

No Facebook eu provoco: “Hoje me falaram que seguem os atrasos dos salários dos terceirizados que prestam serviços à Prefeitura de Mossoró.

Nos tempos de Silveira eles faziam zoada. Hoje parecem aceitar os atrasos salariais em silêncio.

O que houve? Me ajudem a entender essa história nem que seja no privado”.

As respostas surgem em larga escala. No privado um servidor terceirizado da Prime relata:

“Bruno é o seguinte eu vi um comentário seu aí sobre os salários dos funcionários terceirizados que prestam serviços à Prefeitura de Mossoró. Peço a você que não revele meu nome, mas eu quero lhe pedir para você divulgar aí que trabalho em uma terceirizados de nome Prime. O último mês que eu recebi foi janeiro desse ano”.

De forma aberta outro cidadão, Márcio Cunha, explica porque o assunto não é objeto de denúncias:

O caso dos terceirizados que prestam serviços à Prefeitura de Mossoró é dramático e alvo de um estranhíssimo silêncio. Em outros tempos a questão ganharia os veículos de comunicação e as redes sociais com intensidade.

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter